Pós-Cirurgia de Tireóide (3)

Crônicas do Cotidiano > Pós-Cirurgia de Tireóide (3)

Terça-feira, dia 26 de maio (quase uma semana depois da minha cirurgia de tireóide).
mackflores2 Flores dos amigos do Mackenzie

Para quem está me lendo pela primeira vez, comecei falando sobre os meus problemas com a tireóide aqui, continuando aqui, aqui e aqui.

Estou melhorando diariamente. Devo retirar os pontos amanhã à tarde, na consulta marcada com o cirurgião, e conversar com ele sobre várias coisas que ainda me intrigam, preocupam ou incomodam.

Sabendo agora de uma prima que está se preparando para fazer a mesma cirurgia e de outra amiga que ainda precisa levar os resultados ao médico, resolvi tentar descrever a minha experiência. Creio que vale a pena para elas e outros saberem que algumas coisas podem ser consideradas “normais”, pois os médicos nos dizem muito pouco.

Vou iniciar com uma tradução da carta que escrevi em inglês para meus parentes e, depois, postar mais algumas atualizações e ponderações, o Senhor Deus permitindo.

Sugiro que continue lendo apenas se tiver interesse neste assunto. Se não tiver, use o tempo para abençoar alguém. Ainda espero concluir a série sobre “companheirismo no casamento” e, tenho certeza, surgirão outros temas.

Quinta-feira, 21 de maio (2º dia pós-cirurgia)

Querida Família:
Estou escrevendo para compartilhar que passei por minha cirurgia de tireóide na terça à tarde e que cheguei em casa quarta à noite (ontem). O hospital, os médicos e as enfermeiras foram muito agradáveis e competentes no seu jeito de ser e trabalhar, e bem-organizados também. Já na sala de recuperação, o anestesista e atendentes iam e voltavam, dizendo coisas que não me lembro mais quais eram. Percebi imediatamente que meu lábio estava rasgado e inchado, mas ninguém com quem falei admitiu que foi provocado pela cirurgia. Uma pessoa até me perguntou se eu não havia chegado assim?! (Solano dentro de pouco tempo concluiu que foi por causa dos tubos que me inseriram). Senti muito frio (como sempre acontece comigo após cirurgias), mas eles foram me aquecendo e, aos poucos, fui despertando. Ainda lá, o médico veio e me disse que a tireóide e seus nódulos foram grandes e trabalhosos para extrair, mas que não parecia haver indicação de câncer. Ele também chamou G (minha filha) e Solano para o andar cirúrgico para dizer-lhes a mesma coisa e dar mais explicações e instruções. G quase que morreu de susto com aquele pedido de reunião, em uma salinha apropriada. Pensou, lembrando dos muitos filmes de hospitais que já assistiu, que só poderiam ser más notícias, que precisavam ser dadas longe do paciente! Mas não era nada disso.

O hospital (Nove de Julho) foi muito bom. Solano recebeu instruções detalhadas e os números das extensões das pessoas que atendem no andar cirúrgico para as quais poderia ligar para saber do andamento do procedimento e também para quando eu estivesse na sala de recuperação. Além disso, também foram atualizando sobre a minha situação, ligando para o quarto e falando com minha família, para explicar o atraso em começar, onde eu estava, etc. Creio que este foi o melhor serviço que já tivemos nesta área. Uma brochura que entregaram, assim que eu entrei para a cirurgia, continha as instruções escritas, dizendo “entendemos a apreensão dos familiares e queremos ter a oportunidade de fornecer todas as informações possíveis durante o procedimento cirúrgico”. O processo de internação também foi conduzido de maneira rápida, digna e eficiente. Uma moça ligou para mim no dia anterior para pegar os principais dados e dar instruções.

As primeiras horas depois de uma cirurgia com anestesia geral sempre são meio nebulosas, mas lembro-me de ter visto D (nosso filho do meio) rapidamente. Ele precisava me dar um beijo antes de correr para encontrar A (sua esposa) que também estava lá, mas que precisou sair para tirar o carro do estacionamento que fechava às 20 horas. Foi bom revê-lo porque havia voltado de Índia/Bangladesh naquela manhã— ele foi o primeiro da nossa família a ver meu neto, o pequeno Lucas, pessoalmente (agora com quatro meses).

(Vou adicionar uma explicação aqui. Há umas poucas semanas, D soube que teria que ir para Índia, a trabalho. Pela terceira vez… Partiu numa sexta-feira para participar de um evento lá na segunda. Mas a cabeça dele e do seu irmão começaram logo a trabalhar. Índia fica ao lado do Bangladesh. Será que daria para ir lá, em termos de tempo, de finanças, de visto? No fim, ele recebeu a aprovação da firma para prolongar a estadia um pouco, e comprou passagens de ida e volta entre Delhi e Daca. Passou cinco dias com o irmão mais velho e assim pode ver e conhecer o contexto da sua vida durante estes últimos anos. Conheceu a casa, os amigos, a igreja… Andou em riquixás, no trânsito de lá, viu e cheirou a pobreza, ouviu os sons, entrou nas lojas, comeu a comida, interagiu com o povo, ouviu as chamadas a oração das mesquitas… Conheceu os cristãos de lá… Foi tão bom ver os dois irmãos rindo e brincando juntos pelo Skype, com o pequeno Lucas nos braços do tio).

banglaone

Meus filhos, nora e neto em Bangladesh

Voltando à minha carta… O noivo da G também chegou, providenciou comida para eles, e depois levou-a à nossa casa para ficar com os avós. Sei que eu também comi – lembro-me vagamente de engolir gelatina e chá (sem dor) e de estranhar a oferta de bolachas. (Nesta parte foi diferente do que eu esperava—nada de papinhas e sopinhas apenas. O almoço e jantar do dia seguinte vieram com carne para cortar e mastigar.)

Solano ficou comigo na primeira noite. Eu podia falar (mas não muito) e tinha que dormir de “papo pra cima” por causa do corte na garganta (de uns 7 a 8 centímetros) mais o dreno que haviam colocado num furo abaixo disso. Odeio dormir assim—sempre me dá pesadelos—o que nunca é bom, mas que é pior quando a gente já se sente mal. Mas Solano colocou uns travesseiros em cada lado da minha cabeça para eu poder descansar com o rosto parcialmente virado e consegui pegar no sono repetidamente entre as interrupções das enfermeiras que vinham medir pressão e temperatura e injetar remédios. Creio que ele dormiu muito menos do que eu.

G voltou cedinho (havia tirado o dia para ficar comigo) e Solano saiu para trabalhar. Ficamos num bom apartamento com banheiro, armário, geladeira, TV, mesa, sofá-cama e cadeira reclinável, bem ao lado do posto de enfermagem. Assim, Solano e G apenas precisavam abrir a porta e sorrir e elas já vinham atender. Passamos o dia descansando, vendo TV e olhando revistas de noiva (com G ligando para fotógrafos—eles acertaram esta parte no sábado seguinte). Vi os filmes que Daniel havia gravado em Bangladesh—como meu netinho é lindo e sorridente! (Tinham passado para meu computador do pen drive dele). Também ouvi parte de um sermão que G gravou no meu I-pod, mas não consegui me concentrar muito bem.

Quase que fiquei uma noite a mais porque comecei a ter formigamento nas mãos e nos braços, que evidenciava deficiência de cálcio. O médico já havia prevenido que isto poderia acontecer e me disse para ficar com calma nestas horas, senão poderia piorar. (!!!) Se chegasse a ter cãibras, teria que voltar ao hospital para medirem o cálcio no sangue e me medicar. Foi o que fizeram naquela hora, pingando um produto com cálcio no soro. O formigamento diminuiu. Só que a agulha saiu da veia e eu não notei até meu braço ficar bastante inchado. Foi um susto. Mas a enfermeira imediatamente improvisou uma “bolsa térmica” com água quente numa luva descartável. Fiquei com isto até a hora de partir. Parecia um balão transparente em cima de outro, cor de pele.

(Nota posterior de Betty—Saí do hospital com o rosto de Nanny McPhee e o braço de uma boneca gordinha (com a mão parecendo estranhamente diminuta na extremidade, pois a fita que segurava o cateter havia impedido que o líquido fluísse até ela. Subsequentemente, a mão também inchou, mas no dia seguinte já estava bem melhor. Esta não é a primeira vez que isto me acontece—creio que deve ser algo bem comum até.)

Nesta primeira noite em casa, com o dreno removido, até consegui dormir um pouco melhor, mas o dia de hoje é meio desconfortável (o segundo dia normalmente é). Nada seriamente errado, apenas desconforto generalizado, e dor para engolir, mais até nas costas do que na garganta. O lábio diminuiu um pouco em tamanho, mas o branco do ferimento está enorme.

Seguindo ordens médicas, engoli nove comprimidos no café de manhã—os dois que normalmente tomo (para coração) mais o de tireóide que tomarei para sempre, omeprazol para forrar o estomago, antibiótico, três para cálcio e uma para dor. Mais uma pastilha para chupar 4 vezes ao dia, para aliviar a garganta. Estarei tomando cálcio em todas as refeições. Creio que é porque mexeram com as glândulas paratireóides (que, felizmente, não precisaram retirar) e isto causa o desequilíbrio na distribuição de cálcio.

Devo ficar em casa durante uma semana, tomando todos estes comprimidos, e depois ir ao médico para receber instruções adicionais.

Muitas pessoas ligaram e escreveram. Minha casa está cheia de flores (três buquês). Sinto-me amada e paparicada. Acabo de falar com D e T no Skype e vi novamente o pequeno Lucas. Segue o link para o site dele com imagens da visita de D a Bangladesh… Muitas de vocês já receberam o seu relato das “aventuras” da viagem toda. Já soube que andam dizendo que parecia uma “epístola de (Tia) Betty”.

Está na hora do almoço e vou parar por agora. Nossas ajudantes maravilhosas têm cuidado de tudo, até das compras que normalmente faço, e Mamãe está sempre checando para ver se preciso de algo.

Mandem notícias.
Com Amor, (Tia) Betty/ Mamãe

(Continua aqui)

399 Comentários a “Pós-Cirurgia de Tireóide (3)”

  1. Cláudia disse:

    Obrigada Betty por dividir as informações referente a sua cirurgia. Meu filho de 16 anos vai operar, sem sinal de malignidade, e a leitura de seu texto me tranquilizou. Bjs

  2. Vanessa disse:

    Oi betty, escrevi para vc no dia 07 de junho e hoje estou aqui dia 25 de julho no meu pos cirúrgico, sai hoje do hospital, ainda rouca e com dores para engolir e no pescoco, pelo analise preliminar parece ser benigno, agora e ficar quietinha. Obrigada!

  3. betty disse:

    Olá, Vanessa;
    Realmente, os primeiros dias são desconfortáveis, mas se “ficar quietinha” e tomar os remédios direitinho, você logo deve melhorar. Torço para que seja benigno mesmo. Aproveite para descansar e refletir sobre as prioridades da sua vida diante do Deus que é o nosso criador.
    Abs, Betty

  4. betty disse:

    Olá, Claudia: Estava em visita a 3 dos meus filhos na América do Norte quando você escreveu e não deu para responder naquela época. Espero que a cirurgia já tenha sido feita e que tudo esteja bem. Abs, Betty

  5. Silvana Salgado disse:

    Estou me sentindo bem Betty e a todos que interessarem este relato, o seu relato é idêntico ao que aconteceu comigo, exceto os lábios, os meus estavam normais, minha cirurgia foi dia 25/0/2013 as l6:30, hoje é 5º dia após cirurgia, começo a ficar meio tonta ou zonza sei lá,não senti câimbras nem formigamentos ainda, mas o médico me avisou sobre elas; tenho que voltar na terça para tirar os pontos e receber o resultado da biópsia.Por enquanto estou tomando apenas um anti-inflamatório(Meloxican). Sei que na volta terei outros para ingerir pro resto da vida. Graças a Deus estou bem, minha voz está ótima, era o meu maior medo(pois sou professora). Agora estou confiante que o resultado será benigno, o médico não me adiantou nada. Que Deus abençoes a todos que passarem por este procedimento. Fiquem em PAZ.

  6. Silvana Salgado disse:

    Desculpem o erro, na hora de digitar esqueci o mês a cirurgia foi dia 25/07/2013. Betty ao ler a maioria dos depoimentos fiquei muito mais tranquila em saber que isso não acontece só comigo, existem pessoas de todos os tipos, não é mesmo? E idades( Por ex. eu tenho 44 anos), mas li depoimentos de pessoas com 20 anos, no consultório em Teresina(PI) conheci um menina com 18 anos que tinha feito a cirurgia com 16. Enfim foi maravilhoso dividir o que passei com vocês. Que Deus dê forças e persistência a todos que estão com medo, tudo dará certo.Tenham FÉ. Com carinho por todos vocês, Silvana.

  7. Elizete disse:

    Olá betty,tenho uma cirurgia de tireoide marcada para dia 22/08, gostaria de saber quento tempo de jejum vc ficou? Pois a minha medica me disse que eu poderia almoçar até 12:00 hs e vou ser internada as 16 para fazer a cirurgia no mesmo dia. Estou achando muito estranho.

    Desde já agradeço.

  8. betty disse:

    Olá, Elizete. Creio que a sua médica deve saber de que ela está falando. Afinal, uma orientação errada poderia atrapalhar a cirurgia. Para facilitar, sugiro que faça um almoço leve – nada de feijoada, gordura, coisas de difícil digestão – com bastante líquido para ajudar a descer. Acho que, entre a internação e a cirurgia deverão passar umas quatro horas ou mais. Portanto, você provavelmente já estará sentindo um pouco de fome e poderá agradecer que não teve que ficar o dia todo em jejum.
    Espero que tudo corra bem. Que Deus a abençoe. Abs, Betty

  9. Silvana Salgado disse:

    Olá Betty, tudo bem? Querida você leu meus depoimentos? Eu estava confiante, mas apreensiva em relação ao resultado da biópsia, mas GRAÇAS A DEUS, o resultado foi benigno, Dr. José Alexandre Leal Borges, médico maravilhoso disse que estava com bócio, nódulos e com tireoidite aguda, enfim como já havia tirado nem me preocupei com tanta coisa. Agora só estou preocupada, não muito, com os efeitos do hormônio, na bula diz tanta coisa… gostaria que comentasse como ocorreu com você. Ele disse para eu voltar com quatro meses para verificar através dos exames como meu organismo reagia com o remédio(synthroid). Mas até lá tem um tempão gostaria de saber a sua versão sobre esses remédios. Aguardo contato. Bjs, Fique com Deus, Silnana.

  10. Karen disse:

    Olá Betty, tenho 42 anos e a 03 anos atrás descobri a existência de vários nódulos na tireóide. Semestralmente faço acompanhamento através de eco comparativa, exames laboratoriais e quando necessário punção (02 punções em 03 anos, cujo resultado foi benigno). Como meus nódulos são grandes (lado direito os maiores 4,2 cm e 2,4 cm, lado esquerdo 3,9 cm e 2,9 cm e istmo 3,3 cm), minha médica informou que será necessário remover toda a tireóide. Tenho muito medo de operar e até o momento não encontrei forças para fazê-lo. Meu marido quer que eu opere logo, pois tem medo que possam se tornar malignos. Tenho mais medo da reação do meu organismo sem a tireóide. Hoje estou bem, não tenho nenhuma alteração, a tireóide funciona normalmente. Tenho 03 filhos e muito medo de que algo saia errado com a cirurgia. Como você está com a reposição hormonal? Seu organismo se adaptou bem?
    Grande abraço, Karen.

  11. betty disse:

    Olá, Karen:
    Você já percebeu que seus nódulos maiores estão do tamanho de uma tireóide normal! Imagine como ela deve estar aumentada!? E, com isto, ela poderá estar se aproximando das cordas vocais, ou já adentrando. Quanto mais você esperar, mais as chances de danificá-las aumentarão, creio eu. Eu também tinha nódulos grandes e minha voz foi afetada com a cirurgia. Felizmente, temporariamente…. Depois de três meses, as coisas já andavam bem melhor – e amigos antigos me reconheciam no telefone novamente. Além disto, o continuado crescimento deles também poderá afetar as para-tireoides – com vários efeitos colaterais desagradáveis.
    Portanto, se eu fosse você, correria para me livrar deles… Infelizmente, a tireóide vai junto. Não posso garantir que não haverá efeitos colaterais, mas penso que a tendência, se demorar, é de arriscar prejudicar-se mais ainda. A gente gostaria de poder dormir à noite e acordar com a notícia que sumiram, mas não funciona assim.
    Com relação à reposição hormonal, me dei bem desde o primeiro dia. Nem precisei mudar a dosagem. O médico acertou de imediato – no meu caso é Synthroid 100, mas tem outras marcas de levotiroxina. A cirurgia foi em 2009. Não ganhei peso. Mas também não perdi – mas aí a culpa é minha, e não da tireóide (ou falta dela). A minha saúde continua dentro dos parâmetros normais para minha idade.
    Que Deus a abençoe.
    Abs, Betty

  12. liliane teles disse:

    boa noite tenho quatro carroço de tiroide eu tenho que fazer uma cirrugia de tiroide mas gostaria de saber o valor

  13. betty disse:

    Olá, Liliane. Não tenho estas informações. Fiz a cirurgia há quatro anos pelo meu convênio médico. Você pode tentar marcar pelo SUS ou, se for particular, consultar um cirurgião de cabeça e pescoço para ele dar o preço em conjunto com a sua equipe. Espero que tudo corra bem. Abs, Betty

  14. betty disse:

    Olá, Silvana: Li seus depoimentos, sim. Apenas o tempo tem sido pouco para responder. Que bom que o resultado foi benigno e que sua voz não foi prejudicada. Com certeza, faria falta para você como professora.
    Com relação ao Synthroid – eu tomo Synthroid 100 desde o início e nunca experimentei qualquer desequilíbrio. Não engordei, não emagreci, não fiquei mais emotiva… Os problemas de saúde existem, mas condizem com minha idade (já passei dos 60 anos) e não são relacionados com o hormônio. Pelo que tenho percebido, também a maioria das pessoas que comentam no blog tem se dado bem. Se você, por acaso, perceber algo diferente, então consulte um endocrinologista. Que Deus a abençoe. Abs, Betty

  15. jerusa disse:

    Olá imagino que cada um aqui tenha passado pela mesma ansiedade que eu ao descobrir um diagnóstico de malignidade na tireoide. Tenho 32 anos, 3 filhos pequenos, tinha acabado de sofrer um acidente de carro e recebi também esse diagnóstico. Nessas horas vejo a importancia de uma boa estrutura familiar,e de uma fonte religiosa que possa de dar suporte num momento tão difícil.
    Foi realizado o procedimento cirurgico ontem, fiquei 24 horas internada, senti dor e tontura na retirada do dreno, estou com hematoma no pescoço, sentindo dor ao engolir, como se a garganta estivesse inflamada, já estou tomando medicações ( calcio, puran t4, nimesulida, paracetamol). Acredito que até o fim da semana estarei melhor. Sinto um alivio enorme, pois esse procedimento é curativo e parece que todas as somatizações feitas durante o período de espera, foram embora junto com tireoide.Retornarei ao cirurgião e a endocrino dia 18/09/13, recebi 45 dias de atestado, ainda não tenho o resultado da biopsia então não sei se farei ou não iodoterapia
    Acredito que nesse momento tão dificil o mais importante é vc aproveitar e analisar o real valor da sua vida e das pessoas próximas, pois a vida é passageira e só iremos levar daqui o tamanho do amor que doamos…

  16. Ana Clara disse:

    vou continuar engordando com facilidade quando remover a glandula da tireode??

  17. betty disse:

    Olá, Ana Clara: Isto quem vai saber é o seu médico. Normalmente, pelo que sei, a retirada da tireoide não faz a pessoa engordar. O hormonio que tomamos substitui perfeitamente. Procure um endocrinologista para lhe orientar, tanto na medicação, quanto na alimentação e nos exercícios, depois da cirurgia. Abs, Betty
    P.S. O e-mail que vc deu, não funciona.

  18. betty disse:

    Olá, Jerusa:
    Vejo agora que nunca “aprovei” seu comentário. Hoje será o dia da sua consulta. Espero que você já esteja bem melhor! Estou escrevendo de um hospital no Canadá, onde minha filha de 31 anos acaba de ter seu segundo filho – uma menina. Estou torcendo para que o resultado da biopsia seja negativa. Entretanto, lembre-se de que o câncer de tireoide é um dos mais fáceis e rápidos de curar, com grandes chances de sucesso. Que Deus a abençoe, juntamente com os seus. Abraços, Betty

  19. Fiz uma cirurgia de tireoide no dia 15/08/13 e recebi alta no dia seguinte ao meio dia mais não tive tanta sorte pois o meu cirurgião não foi tão competente e atensioso como o de vcs, ele passou o Puran de 100 e um calcio com vitamina D , e um atestado que eu perdi de 15 dias e só, quando foi anoite do mesmo dia que recebir alta mim deu um formigamento e uma dormençia no corpo e fui para no hospital sem sabe o que estava acomteçendo comigo e nem os médicos que mim atenderão, ai Deus enviou um medico na enfermaria do hóspital do IMP de Recife pois minha cirurgia foi pelo SUS e ele pediu um exame de urgência e comprovou uma baixa de calcio e mim pedirão o resumo de alta mais o cirurgião não mim deu o resumo de alta, então fiquei la ate minha taxa de calcio volta ao normal e não mim passarão outro medicamento pra dor ou coisa parecida hoje esta com 48 dias que fiz a cirurgia e ainda sinto desconforto no pescoço ,entalos quando fasso esforço e formigamento dormências e tenho surtos de medo mais Graças a Deus tenho tido vitoria da parte de Deus pois quando leio a bíblia tudo passa pois sei qua Deus e quem cuida de nós e só passamos pelo que ele determina e Deus sempre tem o melhor para nos mais da cirurgia mesmo não senti nada,pois é uma cirurgia tranquila e o que aconteceu comigo foi um caso em 100 não aconteçe em todos mundo não pois que tem essa cirurgia para fazer faça pois Deus e quem cuida de nós, e deixo uma palavra da parte de Deus para vossos corações .lance sobre Deus todas tuas ansiedades pois e Ele quem cuida de vos .Fiquem na paz.

  20. betty disse:

    Olá, Elisangela: Parece que você continua bastante envolvida com os efeitos colaterais da cirurgia, já que ainda está procurando relatos na Internet sobre o assunto! Se você não melhorar, sugiro que consulte um endocrinologista, levando todos os exames e laudos relacionados com a sua cirurgia. Pode ser que é preciso alterar a dosagem do seu remédio, ou verificar se há outro problema. E continue confiando em Deus, procurando ver a sua mão em todos os detalhes. Às vezes, Ele pode nos usar para impactar outras pessoas, em lugares em que não iríamos por conta própria. Ou Ele pode ter uma bênção inesperada para nós, numa situação que nunca antecipamos. Se formos filhos de Deus, através de fé no seu filho como nosso salvador, estamos a caminho do céu, com Ele nos conduzindo e amparando. Como você citou da Epístola de I Pedro, podemos compartilhar todas as nossas ansiedades com o nosso Deus e confiar que Ele realmente tem o nosso bem em mente, até em meio às dificuldades. Espero que as suas logo possam passar e que possa desfrutar de muitos momentos de saúde e alegria. Abs, Betty

  21. obg, Betty. Voltei no endocrinologista e ele mudou a medicação e ja estou mim sentindo bem melhor mais graças a Deus, e sim creio que Deus mim permitiu passar alguns dias no hospital para aprender mais de Deus. Foi uma experiênçia bastante edificadora para minha vida. Vivi coisas, e vi e ganhei lição para vida todo e aprendi a valorizar coisas, pessoas e a vida. Digo a todos que passa por essa experiençia que tenha fé, paciençia e confiança em Deus pois tudo passa na vida. Pois esses problemas de tireoide sao desgastantes mas passam. Sim, bety, ainda estou mim centindo entalada principalmente quando falo ou canto ou faço um esforço fisico. É normal? Hoje esta com 2 meses. abs. Elisangela.

  22. betty disse:

    Eu demorei uns tres meses para voltar ao normal, Elisangela. Devagarzinho…Se não melhorar, consulte um fono-audiologo, está bem? Abs, Betty

  23. Adriana disse:

    Ola estou marcando a cirurgia pra semana que vem,gostaria de.saber o que muda depois, gosto de tomar uma cervejinha vou poder tomar depois?

  24. Adriana disse:

    olá fiz um mês dia 16 /10/2013 que fiz a cirurgia de tireoide total tinha dois nódulos um de cada lado é eram pequenos,minha cirurgia foi no icsp de são Paulo e correu tudo bem graças a DEUS. estou tomando o puran de 100 e o cálcio já diminui pra 1 por dia e depois para, tenho que passar com o medico nuclear agora mais estou tranquila porque DEUS esta no controle de tudo. ainda estou com aquela sensação ruim de que o pescoço esta colado na traqueia e na hora de engolir a agua é meio desconfortável , estou com um ponto do lado esquerdo o medico falou que vai cair só será que demora?será que logo vai passar esta sensação de engolir?

  25. betty disse:

    Adriana Souza: Eu pessoalmente não tenho este hábito, mas parece-me que não deve existir limitações por muitos dias neste sentido. A melhor coisa será consultar seu médico. Abs, Betty

  26. Luciana disse:

    Boa noite a todo!
    Fiz minha cirurgia no dia 18/10/13 e graças a Deus correu tudo bem, tive um pouco de tosse, mas nada que me atrapalhasse muito, não precisei tomar cálcio, pois no exame que fiz no hospital antes da alta, minha taxa de cálcio estava normal, voltei somente tomando corticoide por 5 dias e antibiótico por 7 dias, hoje fui ao retorno com o médico do pós-operatório e o médico disse que está tudo bem, retirou os pontos que ficam expostos e disse que os que ficam por dentro a pele absorve, meu corte tem uns 8cm, mais ou menos, mas está tendo uma boa cicatrização e segundo o médico se eu tomar todos os cuidados com o sol principalmente, a cicatriz ficará quase que imperceptível, ele disse que somente a partir de sábado 26/10 estarei apta a pegar meu neto lindo, só para constar, pois de repente pode acontecer com alguém, mas é normal, ontem pela manhã, após ter tomado banho, minha mãe percebeu que abaixo da cirurgia no peito, tinha uma mancha amarelada e se assustou um pouco, eu na hora sinceramente não me assustei e tranquilizei ela dizendo que com certeza era um hematoma da própria cirurgia, mas confesso que depois ao passar do dia acabei ficando um pouco preocupada, mas como hoje eu tinha retorno com o médico esperei, e realmente ele disse que é exatamente isso, um hematoma da cirurgia e que é para proteger do sol, pois pode ficar manchado senão tiver cuidado, enfim, dou graças a Deus mais uma vez por ter estado comigo em todo o momento, por ter colocado pessoas maravilhosas ao meu lado como minha família que estiveram todo tempo ao meu lado, minha mamãe que deixou sua casa e meu pai para se dedicar a mim nessa semana, pela equipe maravilhosa do Hospital Cema-SP, que me trataram com muito amor, carinho e profissionalismo e ao Dr. Emerson Tomazi, um profissional que ama aquilo que faz e trata as pessoas com muito respeito e carinho, desde a primeira consulta com ele, ele chama os pacientes, espera chegar próximo a ele, cumprimenta-os segurando-lhes a mão, algo que o diferencia, algo natural dele, enfim, meus agradecimentos de todo coração!
    Quanto ao resultado do exame, somente na semana que vem, assim que tiver venho aqui para contar a todos!

  27. Gloria Soares disse:

    Eu, Gloria tenho problemas com hipertireoidimo, vou fazer a cirurgia dia 11/12/13, e tenho fé que vai correr tudo bem como aconteceu com vcs.. Agradeceço de coração pela explicação e pelo carinho. Tenho medo da anestesia pois dizeram que entubam para anestesiar, masi se tem que ser assim que seja. Peço a Deus proteção e que Ele guie as mãos dos médicos neste momento. Sou de Vassouras/rj

  28. betty disse:

    Olá, Glória. Sei que a anestesia assusta um pouco, mas imagine se tivesse que fazer a cirurgia sem ela! Vamos dar graças a Deus que ela foi inventada e aperfeiçoada! Pode dar um friozinho quando acordar, mas nada que um cobertor não resolva. E o efeito passa logo-logo. Vá com calma! Que Deus a abençoe, Betty

  29. Tati disse:

    Olá Betty. Agradeço o compartilhamento das informações relativas a tireoidectomia no seu blog, me ajudaram bastante, principalmente por observar que levas a vida normalmente com a reposição de T4. Estou operada faz 4 dias, então é reconfortante ler coisas que nos ajude a relaxar quanto aos efeitos da cirurgia no organismo. Obrigada!

  30. betty disse:

    Que bom que o blog está ajudando, Tati. Obrigada por comentar. Espero que você tenha uma recuperação bem tranquila. Abs, Betty

  31. Stela disse:

    Fiz minha cirurgia da tireóide dia
    03/12, estou super bem. Muitas noites passei lendo e procurando informações sobre esta cirurgia, que para mim foi uma surpresa, pois descobri que estava com carcinoma, e na verdade não sabia o que iria enfrentar. Deixo meu relato, tranquilizando as pessoas que ainda terão que passar por isso e dizer também que todas os casos aqui me ajudaram muito. Enfrentem a cirurgia com tranquilidade total ,em momento algum senti algum tipo de desconforto.

  32. Adrian disse:

    Olá meu nome é Adriana.No dia 12/12/13 fiz a cirurgia d retirada total da tireóide e graças a Deus q deu td certo,pois deus acampou seus anjos ao redor do meu leito e tomou a frente usando as mãos dos médicos p fazer minha cirurgia.Ainda dói um pouco pq ta recente mas,me sinto mto bem graças a Deus.No dia da internação fiquei mto tensa pois estava com mto medo,mas coloquei Deus na frente e hj to aqui bem.O nódulo era benigno e tds meus exames normais e Deus é maravilhoso pois me ajudou e me ajuda em td q peço a ele.Basta crer!!!

  33. Renata disse:

    Estou feliz por ter encontrado este local para falar. No dia 06/12/13 fiz minha retirada da tireoide. To bem. Gostaria de saber se sentiam fraqueza ou um pouco de cansaço após os cinco primeiros dias da cirurgia. Ainda to tomando 50 mg do hormônio.

  34. betty disse:

    É normal, Renata, sentir-se cansada no começo. Quando for para sua consulta de retorno, ou fizer seu acompanhamento com um endócrino, relate o que tem sentido e como está. Pode ser que terão que aumentar a dosagem do hormônio – eu mesma tomo 100 mg toda manhã. Espere pela opinião médica – não aumente por conta própria porque eles consideram vários fatores nesta avaliação.

  35. betty disse:

    Olá, Adriana: Desculpe o atraso em responder, mas o fim e o início do ano foram muito cheios de atividades.
    Agradeço a sua contribuição encorajadora. Muitas vezes, apenas os sofredores param para compartilhar as dores e temores e acabam amedrontam os leitores mais do que o necessário.
    Espero que Deus a permita muitos anos para servir e honrá-lo em diversas áreas e maneiras.
    Abs, Betty

  36. betty disse:

    Olá, Stela: Que bom que tudo correu bem! Agradeço as palavras animadoras – servirão para encorajar outras pessoas. Que Deus a abençoe. Abs, Betty

  37. janete disse:

    Ola betty, neste exato momento estou com muito medo, pois minha cirurgia sera amanha, estou tensa nervosa, e o pior de tudo nao posso demonstrar isso para os meus filhos, pois iria preocupa-los,.ja chorei muito escondida, tenho pavor de cirurgias. Estou rezando e pedindo que Deus alivie e meu coração. Seu blog me ajudou pois vi que é uma cirurgia simples, e que os r iscos sao baixos. Que Deus nos abençoe ! beijos.

  38. betty disse:

    Olá, Janete:
    Fico contente que o blog ajudou. Realmente, aguardar uma cirurgia nunca é agradável! É louvável que você conseguiu não chorar na frente dos filhos. Espero que você tenha uma pessoa próxima que possa ouvir e encorajá-la. Entretanto, podemos sempre conversar com Deus através do seu filho, Jesus.

    Deixo para você o que o apóstolo Paulo escreveu em Filipenses, capítulo 4. Ore, conversando com Deus, suplicando pelas necessidades e temores e agradecendo pelas muitas bênçãos recebidas. Tome como propósito de vida conhecer a Deus mais e mais, para poder servi-lo melhor em todas as suas palavras e ações. Assim sendo, será possível olhar para trás no futuro e perceber como estes momentos em que enxergou como os seres humanos são frágeis serviram para levá-la a uma vida de significado sendo abençoada e abençoadora.
    Que Deus oriente as mentes e as mãos do seu cirurgião e dos seus assistentes.

    Abs, Betty
    “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.
    E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.
    Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”

  39. inayara disse:

    ola Bety…. minha cirurgia é dia 31 de março eutou com um pouquinho de medo faltar calcio esssa coisas q da apos a cirurgia…. eu nao tnho nodulos só tenho bocio…ja fiz iodo remedios e nada adiantou meu bocio esta grande … alem de bocio hipercaptante, doença de graves hiper….qro ficar bem tenho 22 aninhos uma familia linda sei q deus tem um coraçao enorme e vai fazer q fike tudo bem …qria te perguntar uma coisa depois q vc operou aguel q ja operou engordou???
    bjos pra todas do blog da Bety e fiquem com deus

  40. Delsulina disse:

    oi, gente eu estou sofrendo da tireoide depois de ter minha 2 filha.. nao sei si isso foi o caso! engordei muitoo, e orrivel, e muitas vezes fico sem comer!! estou sofrendo muito psicologicamente e etc.. nao sei do que se trata a minha tireoide entre maligna, o benigna. so sei que estou desesperada!! serar a verdad!! que eu estou muito gorda por sofrer da tireoide!! alguem me ajuda a tirar esa duvidas?? obg, boa noite!!

  41. Guiomar disse:

    DOCE BETTY,
    Vamos acalmar estas meninas, vejam minha história, em 1992 fui diagnosticada com hipotireoidismo, que coisa é esse um bócio enorme usava
    gola “ROLE” para tapar 40 no Rio de Janeiro e lá ia eu duas crianças pequenas (detalhe tive minhas filhas com mais de 36 anos) lá fui eu para a cirurgia , segundo o especialista “O lóbulo direito havia crescido para o esôfago e para o tímpano, mas o esquerdo como 1/3 estava bem ele deixou, então tomei tetroid 100 por 5 anos consecutivos até que uma endocrinologista resolveu suspender, os anos passaram, agora com 62 anos, eu relatando para uma dermatologista, sobre queda de cabelo vestiginosa estou com 1/3 do cabelo que tinha ( sou neta de índio, sempre tive o cabelo igual o da Perla cantora, muitas vezes fui até confundida com ela em aeroportos) voltando ela me indicou uma endocrinologista ao fazer uma ultrassonografia e após um dopler da tiroide com contraste, lá estava três nódulos classificados com graus de I, II e IV de comprometimento, a endocrinologista me disse a senhora pode estar acompanhando a cada seis meses o tamanho dos nódulos , a evolução. Sabe o que eu disse? Dra a pensa que vou ficar aqui aguardando com uma espada sobre minha cabeça ? ou melhor no meu pescoço que a qualquer hora, pode me degolar? .
    Vamos em frente lá seguir em frente a fazer outros exames o que me aparece? uma vesícula recheada de pedras, mas com dois “soltos” que a qualquer momento poderia ir para o canal do pâncreas e desenvolver uma pancreatite, não ficou só nisto como minha filha caçula nasceu lá em 1986 com 4, 980kg teve que fazer Cesária, ao puxar eu senti na hora uma tranco , que agora foi diagnosticado como hérnia no abdômen, bem continuei os exames e cheguei a conclusão, vou fazer uma recauchutagem completa “Eu que passei a vida toda trabalhando cuidando de todo mundo resolvi me cuidar”. Não disse pra ninguém , pois não queria que mudassem a rotina, falei apenas para minha mãe de 89 anos da possibilidade de uma cirurgia, mas não citei data, aí então no dia 23/02/2014, levantei disse que ia ao médico levar o resultado dos exames, e lá fui eu para o hospital me internei as 09:00hs, havia feito um jejum de 24:00hs por minha conta, porque o médico mandou que eu fizesse somente de 12:00hs. Quando foi as 14:10hs estava entrando no bloco cirúrgico, olhei o relógio, me entreguei nas mãos do PAI, fiquei serena, confiante, quando dei por mim, por volta das 22:00hs, minhas filha, meu marido “bravos” entraram no apartamento,
    “Como VOCÊ nos prega uma peça desta??? ” detalhe eu ia operar num hospital, mas na última hora o médico trocou, porque o plano de saúde pra variar desentendeu com o hospital ! kkkk.
    Conclusão fizemos uma oração agradecendo ao Pai!
    Ficamos alí, até a meia noite, eu os convenci que não precisavam ficar comigo pois tinha uma enfermeira no apartamento eles foram embora, no dia 24/02 , por volta das 10:00hs chegou o assistente do médico retirou o dreno, o soro e me comunicou que já estava de alta, passou uma receita de TYLENOL 750 se tivesse dor, e que eu deveria ir no dia 05/03 para retirar os pontos, pois bem vim pra casa, parecia que tinha sido atropelada por um trator, afinal fizera 4 cirurgias (tiroide, vesícula, hérnia via umbigo, e paratireoide)
    Tem mais um detalhe no dia 28/02 completei 63 anos, passei o carnaval assistindo a todos os desfiles minha filha saiu na escola que venceu o carnaval , Não senti NADA a única coisa ruim era que só podia alimentar comida pastosa, no dia 05 fui retirei os pontos, está tudo tranquilo os pontos fechados o médico liberou a alimentação e eu já estou fazendo das minhas!
    Resolvi narrar minha experiência para aliviar um pouco esta tensão que as pessoas sentem, e gostaria de lembrar uma coisa “FÈ” que tem confia “ENTREGA NAS MÃOS DE DEUS E VÁ” o resultado com certeza será este! são 18:00hs do dia 08/03 dia “Internacional das Mulheres” acabei de ouvir “John Lennon Woman” estou FELIZ!
    A PROPOSITO PARABÉNS PELO NETINHO, pelo blog e por compartilhar com todos sua experiência ,espero ter levado uma palavra de alento neste momento às suas leitoras.
    Obrigada !
    Guiomar/ Rio
    ET: Eu disse para o médico Dr. eu sonhei no final de vida fazer uma plástica completa reformando TUDO, repaginando e o senhor vem e faz um estrago deste em mim ?
    Brincadeira, tudo sequinho sem problema, banho normal, sem curativos apenas secar bem após o banho!
    RSRSRSRSRSRSRS

  42. suelita oliveira disse:

    ola gente tenho hipert preciso operar estou com muito medo.estou tipo deprimida choro muito escondido do meu marido e do meu filho de 1 e 4 meses.preciso marcar a cirurgia mais nao tenho coragem.estou confiando e pedindo muita força pra JESUS CRISTO.O MEU DEUS É O DEUS DO IMPOSSIVEL.ELE VAI ME AJUDAR.SUELITA MG

  43. betty disse:

    Olá, Suelita. Ombro de marido também é para chorar. Aproveite! Não enfrente isto sozinha. É bom unir-se ao redor dos problemas. Converse com seu médico, ou consulte outro se o seu não for muito comunicativo, para entender melhor a razão da cirurgia. Nem sempre hipertireodismo exige operação. Depois planeje junto com seu esposo e/ou familiares para marcar a cirurgia, se realmente for preciso. Se for membro de uma igreja, peça as orações dos irmãos. Não é tão amedrontadora quanto você está imaginando – provavelmente nada pior do que o parto pelo qual você já passou, sendo via cesária ou normal (eu sei – tive quatro partos, de ambas as maneiras!). Confie no Deus que menciona. Se Ele for seu Pai através da sua fé no seu filho, Jesus, pode saber que está caminhando para o céu e que você só irá partir no dia apontado por Deus, e nem um minuto antes! Pela sua graça, podemos servi-lo em todos os momentos. Que Ele a abençoe. Abs, Betty
    P.S. O e-mail que você me deu não funciona.

  44. terezinha disse:

    Ola tudo bem! Neste momento estou aguardando resultados dos exames para entao marcar a minha cirurgia nao tenho cancer tenho bocio tenho orado muito e confiamte que Jesus vai operar as maos do medico e tudo vai dar certo nao posso negar que estou com medo mas terei que superar e me comportar como uma pessoa de fe vai dar tudo certo em nome do SENHOR!

  45. betty disse:

    Olá, Terezinha.
    Sempre gosto de Filipenses 4:6-8 quando enfrento dificuldades. Lá Paulo ensina a orar – até suplicar – mas sempre num contexto de ações de graças. Às vezes, focamos tanto no problema ou na dificuldade que esquecemos de apreciar a bondade e a misericórdia de Deus em múltiplos aspectos da nossa vida, mais a beleza que existe na natureza e via a criatividade das pessoas ao nosso redor.

    Se você for filha de Deus, pode confiar que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8.28).

    Procure servi-lo em todos os momentos, no antes, durante e depois, sendo paciente e caridosa com as pessoas ao seu redor.

    E fique tranquila. Normalmente, esta cirurgia é bem menos melindrosa de que a maioria das outras. Em poucas semanas, se Deus permitir, estará bem encaminhada para a recuperação, apenas engolindo um pequeno comprimido em jejum diariamente.

    Que Deus a abençoe. Abs, Betty

  46. Leliane disse:

    Fiz minha cirurgia de tireidoctomia total dia 11 de abril portanto hoje faz uma semana.Estou bem e gostaria de compartilhar essa experiencia.Confesso que fiquei muito apreensiva, o que e natural diante dessa situacao nova para mim,pois nunca tinha passado por anestesia geral,. confesso que tive medo. O importante nessa hora e confiar no poder de Jesus, ter fé que você vai se surpreender com o tamanho força e coragem que nunca imaginou ter. A leitura desse blog me auxiliou muito para relizar esta cirurgia.

  47. betty disse:

    Olá, Leliane: Agradeço a sua contribuição. Fico contente que está bem e que encontrou coragem para enfrentar aquilo que precisava ser feito. Continue encorajando outras pessoas. Seja uma bênção com o tempo que Deus ainda lhe conceder. Abs, Betty

  48. silvia soares disse:

    olá,Betty recentemente passei por duas cirurgias de tireoide sendo que a primeira foi em fevereiro e a segunda em abril, entrei na internet para saber como seria o procedimento de uma cirurgia.graça a DEUS não fiquei desesperada porque acredito muito em DEUS e sei que ele esta no controle de tudo sei que muitas pessoas precisão ser operadas, não tenha medo coloque sua vida diante de DEUS e tudo ele fara apenas confie nele e tudo dará certo que DEUS abençoe a todos AMEM

  49. betty disse:

    Olá, Sílvia. Duas cirurgias, uma atrás da outra! Deve ter uma história inteira por trás deste fato. Terminou aí ou você ainda vai passar por um exame e um tratamento?
    Que bom que você não ficou desesperada. Deus realmente está “no controle de tudo” e podemos e devemos confiar que tudo que Ele faz é bom, ainda que não seja como, quanto e quando imaginamos ou esperamos inicialmente. Não vamos morrer um minuto antes da hora determinada e Ele promete ficar conosco até o fim dos tempos (Mateus 28.20). Ele ouve as nossas orações e nos conduz através das dificuldades. E podemos ser sal e luz, testemunha e confortadora, ainda quando somos limitados ou sofredores, tendo que deixar que outros cuidem de nós.
    Que o conselho e promessa de Paulo em Filipenses 4.6 e7 possam continuar sendo reais na sua vida.
    Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.
    Abs, Betty

Deixe o seu comentário

Crônicas do Cotidiano > Pós-Cirurgia de Tireóide (3)