Pós-Cirurgia de Tireóide (8)

Crônicas do Cotidiano > Pós-Cirurgia de Tireóide (8)

Comentando os Comentários

Overwhelmed

Continuo recebendo comentários aos meus posts sobre a vida durante e depois da cirurgia na qual removeram a minha tireóide, em maio de 2009, especialmente os do número quatro, onde já tem 54 comentários de 40 pessoas. Consegui responder a alguns de imediato, mas não pude, e não posso, responder a todos, individualmente, mas vou tentar mencionar uma boa parte aqui.

Existem pessoas como a Rosangela, que se recuperaram logo e/ou tiveram poucas seqüelas e nódulos benignos. Renata Lucena, depois de seis dias de operada, relata uma recuperação, que é o sonho de qualquer paciente. Ficamos contentes por ela. Outras, como Mara Élida, contam que ainda irão fazer a cirurgia e agradecem as “palavras incentivadoras”. Mas isto foi em junho – já deve ter sido operada.

Por outro lado, Marcilene tirou a tireóide há 15 anos, ainda sente dores, e quer saber por que. Sugiro que ela procure um endocrinologista (ou um clínico geral) para compartilhar seus sintomas. Enquanto isso, Rosane Costa escreve três dias depois de ter retirado um nódulo de 5 cm, numa cirurgia parcial. Está bem, mas preocupa-se com a volta da voz pois é cantora evangélica. Creio que, com o aumento nos casos de tireoidismo, este será um problema crescente para aqueles cuja voz é instrumento de trabalho, de prazer e de ministério. Entretanto, sendo evangélica, ela pode ter certeza que tudo contribui para o bem e que, se ela procurar se curvar à vontade dele, Deus lhe dará paz.

Ri um pouquinho com a introdução da Inokitas. Ela nos aconselha a não “correr logo feito loucos para pesquisar (na Internet) pois só colocamos macaquinhos no sótão”. Entretanto, ela deve ter feito uma pesquisa bem trabalhada para encontrar meu post número quatro e comentar nele.

Ao ler os comentários dela, pensei logo—esta senhora mora no Portugal ou em alguma ex-colônia portuguesa. Ela tem uma maneira tão bonitinha de se expressar…. Fui verificar e, realmente, o IP dela é de Portugal (portanto, Mônica, creio que o telefone do fonoaudiólogo dela não vai lhe servir em São Paulo!) A Inokitas fez a cirurgia há um ano e pouco e também sofreu bastante com a voz. O nódulo dela era enorme (mais de 10 cm) e para dentro. Portanto as suas cordas vocais foram esticadas e ela teve grandes problemas de falar no início. Teve que recorrer a uma terapeuta e diz que esta “ajudou-me rapidamente a ter uma vida normal. Dei por mim a apertar a barriga, a habituar-me a respirar com o diafragma… Por incrível que pareça a maior parte de nós não sabe respirar como deve ser, visto não exercitarmos o dito diafragma—o que nos obriga a encher a barriga de ar e não os pulmões… Também fazia vários barulhos sonoros para a voz voltar… Hoje, passado 1 ano e 3 meses, estou bem, falo que nunca mais me calo; noto que já não consigo cantar facilmente em agudos.”

Ela teve muitas dificuldades em engolir e beber água, mas estas também passaram. Foram “momentos de frustração e choro total”, mas “agora bebo como antes, muito mesmo…  Agora sempre que ‘tou cheia de sede e pego numa garrafa e bebo-a de seguida, me lembro dos 2 meses que tive esta dificuldade…

Creio que aquilo que escreveu nos ajuda a ver que, ainda que nem tudo sai como gostaríamos no início; com o passar do tempo e com certas iniciativas, muito pode melhorar. Suas palavras me incentivam a antecipar a procura por um fonoaudiólogo para fazer terapia de fala. Será que algum leitor ou leitora pode me indicar alguém qualificado na área de Higienópolis em São Paulo? Que, preferivelmente, atenda pelo convênio da AMIL…

A Ruth (que se operou no início de agosto deste ano) escreveu um mês depois com suas preocupações a respeito da cicatrização e o incômodo ao engolir. Também não sabe se tirou todo o tireóide. Iria voltar ao trabalho no dia 08 de setembro. Penso que ela deve pedir detalhes da cirurgia ao seu médico e procurar um laudo por escrito do diagnóstico original e daquilo que foi feito. No meu caso, o cirurgião escreveu um relato para me encaminhar à endocrinologista. Se os termos usados lhe forem desconhecidos, peça uma explicação, educadamente.

Sempre é uma boa idéia levar um caderno para o consultório médico. Antes, anote todos os sintomas que está sentindo e todas as perguntas que tem, pois, normalmente, alguns detalhes nos escapam na hora, quando estamos nervosas ou, especialmente, se o médico parecer estar com pressa. E vá anotando os pontos principais enquanto o doutor ou a doutora explica, para poder compartilhar o que foi dito com as pessoas que lhe são próximas, usando a terminologia exata. Se não entender o termo, peça com jeito para ele/ela soletrar ou anotar por você. (Hoje em dia, os mais avançados entre nós já se aproveitam do recurso de registrar no telefone celular ou outra engenhoca digital).

Andréa compartilha um problema que eu ainda não conhecia—o quelóide. Procurei o termo na Internet e vi que é uma dificuldade na cicatrização. É “uma cicatriz que não sabe quando parar de crescer”. Ele se caracteriza por uma cicatriz endurecida, que se eleva acima do nível normal da pele. Espero, entretanto, que seja apenas um susto, pois não fazia muito tempo desde que ela havia feito a cirurgia (18-08). Quando escreveu, ela ainda não havia recebido o resultado da biopsia.

A Márcia confessa que enrolou cinco anos para fazer a cirurgia e que tremia muito na hora de tomar a anestesia. Entretanto, agradece pelas coisas escritas no blog (que ela descobriu um pouco antes de sair de casa no dia em que se internou) e compartilha que “a cirurgia foi tranquilíssima”. Esperamos que a recuperação tenha sido boa, como também a de Ricardo, que tem a idade do meu filho mais velho, e é pai de uma filhinha, e que iria tirar o tireóide com um nódulo com “células perigosas”.

Uma outra Márcia compartilha que teve que fazer duas cirurgias em seguida porque descobriram que estava com câncer apesar de todos os indícios iniciais ao contrário. Primeiro ela tirou o lóbulo esquerdo e, depois, o tireóide inteiro. Ainda estava em recuperação quando escreveu e lutando com uma repentina rouquidão. Iria fazer uma laringoscopia por conta disto. Ainda não sabemos do resultado, nem dos passos seguintes receitados pelo médico.

A Catia tinha um monte de perguntas no dia 18 de agosto, que, espero, já foram respondidas pelo médico dela. Pela minha própria experiência, a cirurgia durou poucas horas, a internação foi de um dia e uma noite e repousei por mais ou menos uma semana (sem ficar na cama, apenas evitando carregar peso ou movimentar-me muito).  Demorei um pouco mais para poder dirigir. Talvez ela queira nos contar sobre os passos que já seguiu. A Carla, cujo marido iria fazer a cirurgia, queria saber se a minha anestesia foi geral. Foi.

A Camila fez a cirurgia há dois anos e ainda sofre de várias maneiras (cãibras, formigamento, alta dose de hormônio, voz). Pelo que fala, penso que devem ter mexido com as paratireóides dela. Mas ela diz que dá “graças a Deus por ter passado por tudo isso; aprendi muita coisa, a dar mais valor na minha vida, por exemplo”.

Vera Medeiros fez tireoidectomia total no início de julho. Estava em casa, ainda com dreno, e sem medicação alguma (cálcio, hormônio…). Só Tylenol para dor, que felizmente não tinha. Sua voz “por enquanto” estava normal. Perguntou em quanto tempo iria começar a tomar Synthroid? Retornaria ao médico no dia 13/07 para remoção do curativo e “orientações”. Queria saber se estava tudo dentro da normalidade.

Respondi mais ou menos assim: Olá, Vera:
Que bom que sua voz está normal! Estou quase com inveja! A minha continua rouca.

Temo em lhe dar algumas orientações que entrem no campo do médico, pois sou apenas paciente também. Na minha avaliação, entretanto, a sua cirurgia talvez possa ter sido parcial. Isto explicaria a falta de necessidade de hormônio. E, talvez, não precisaram mexer muito com as glândulas paratireóides e, portanto, não esperam que sinta falta de cálcio. Se você estiver sentindo-se bem, dê graças a Deus e não se perturbe. Entretanto, se você estiver muito preocupada, ligue para o consultório do médico e pergunte sobre seus temores. Faça antes uma pesquisa na Internet, jogando as palavras “tireóide” e “cirurgia”. Encontrará sites como este da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Depois me conte o que descobriu.

Alessandra estava com problemas na tireóide em 2006, engravidou e parou com os exames. Apenas recentemente voltou a fazê-los e confessa que está com medo de fazer a cirurgia. Não sabemos os resultados e se já marcou a data. E nem temos mais informações sobre a Josy que ainda estava na fase inicial dos seus exames.

Denise estava sofrendo muito. Ela já penava com os efeitos de um desequilíbrio hormonal antes, e parece que a cirurgia, em 15-05-09, não resolveu tudo do jeito que sonhava, apesar do tumor ser benigno. Ela se manifesta desejosa de receber o input dos leitores. Creio, entretanto, que não temos médicos/especialistas entre estes e sugiro, se não melhorou, que procure logo outras opiniões de especialistas na cidade dela, talvez recomendadas por pessoas conhecidas.

Marlene mora numa ilha dos Açores, no meio do Oceano Atlântico, e iria para Portugal retirar um único nódulo em Lisboa no mês de setembro. Espero que ela tenha alguns parentes ou amigos para fazer-lhe, ou que conseguiram fazer, companhia durante este período e que os funcionários do hospital conseguiram passar tranqüilidade e confiança para ela para logo-logo poder voltar à companhia da sua filha de 10 anos. Gostei que a leitora Joseanny parou para dizer-lhe umas palavras encorajadoras.

Num comentário anterior, a Joseanny compartilhou que sofria muito com os problemas de tireóide, com seu humor e com sua aparência e que, 40 dias depois de uma tireoidectomia total, “hoje só vejo flores em minha vida… Estou feliz…muito feliz…graças a Deus! E até agora ainda não consigo relatar minha história se não for com lágrimas rolando, como agora por exemplo. Pode até parecer exagero, mas quem enfrentou um problema como tal, sabe com precisão o que estou tentando passar aqui.” Isto apesar de continuar rouca. Ela também tem uma caixinha como a minha “para guardar os remédios pertinho do travesseiro”.

Ana Kelly Natali, de 35 anos, fez tireodectomia total em 22 de julho, quando se assustou com a descoberta de vários nódulos com células malignas de dois tipos. Esta mãe e esposa jovem ainda estava se recuperando das seqüelas da cirurgia e já se preparava para fazer a iodoterapia quando escreveu. Entendo que este é um processo bastante difícil, mas muito mais rápido e com chances de vitória bem maiores do que muitos outros tratamentos para câncer.  Oremos, portanto, por ela e por sua família nestes dias.

A Marge enfrentou um carcinoma e tem apenas uma corda vocal funcionando, mas superou tudo e diz que teve medo dos tratamentos mas “tudo foi bem tranqüilo (até demais!!)” Seu relato é encorajador e ela ainda sugere para Patrícia que use a pomada Contractubex para a cicatriz (no caso dela, “ficou bem clarinha e quase imperceptível.”)

A Adriana diz que está com a “tireóide dolorida” e pergunta como começou o meu problema.  Respondi que não senti dor no local. Foram os exames de TSH, T3 e T4 que acusaram o problema (referi-me a última parte do meu post, Alegrias e Tristezas). A melhor coisa seria procurar um médico se a dor persistir. Perdurando por apenas um pouco de tempo, eu não me preocuparia. Ela poderia, também, pedir para seu médico solicitar estes exames da próxima vez que fizesse alguma consulta.

Joseane também fez uma tireoidectomia total e escreve depois de uma semana (no dia 30 de julho), comparando aquilo que sentiu e sente com o que eu descrevi. Foi poupada de vários problemas, mas enfrentava rouquidão e queria saber se a minha voz voltou ao normal (como já disse, meu marido diz que, apesar do ceticismo dele, ela está quase normal). As punções pré-operatórias tiveram resultados benignos, entretanto ela ainda esperava o diagnóstico dos exames pós-operatórios em vários nódulos. Torço para que tenham sido negativos também.

No comentário dela, a Hozana pretendia fazer a mesma cirurgia no dia 14 de setembro, e compartilhou as suas incertezas e temores, especialmente porque já havia sido diagnosticado o câncer e, portanto, ela não podia esperar até janeiro quando o convênio médico dela lhe daria cobertura. Queria saber se algum(a) leitor(a) já se operou no hospital de Heliópolis. Minha resposta, compartilhando algumas coisas sobre o hospital e o tipo de câncer (papilífero) dela está aqui. Depois, ela escreveu novamente, agradecendo e compartilhando que a cirurgia foi adiada para o dia 24 de setembro e pedindo nossas orações.

Interagi também com a Maria Souza que iria fazer a cirurgia no dia 14 de setembro e  pediu orientações dos leitores sobre se deveria retirar toda a tireóide, tendo um “nódulo com células de Hurthle”. Eu ainda não conhecia estas células mas pesquisei e fiz algumas considerações aqui, falando também do seu médico, cujo nome aparecia pela segunda vez nos comentários (e já foi citado novamente depois).

A Ingrid pretendia tirar a tireóide no dia 6 de outubro por causa do diagnostico de carcinoma papilífero após uma punção. Ela se sentia “muita sozinha, e com medo de estar ficando paranóica”.

Respondi da seguinte maneira: Quando descobriram os meus nódulos, fui investigar sobre problemas com a tireóide e descobri que são muito mais comuns do que pensamos. E que muitas das minhas amigas e parentes estão em tratamento ou fizeram a cirurgia e eu nem sabia, porque estão convivendo bem. Minha cunhada me contou que toma um remédio bem parecido com o meu desde a sua adolescência (e ela agora tem 55 anos) e, na semana passada, uma amiga de muitos anos (que mora distante) também compartilhou que está tratando um desequilíbrio hormonal causado por disfunção na tireóide, com sucesso, há uns dez anos.

Entretanto, sei que o susto pode ser grande. A melhor coisa para fazer é aproveitar a ocasião para repensar a sua vida, as suas atitudes, prioridades, relacionamentos. Confie no médico e converse com outras pessoas. Você poderá ficar impressionada quando descobrir quantas lidaram ou que estão lidando com doenças tireoidianas. Assim você não se sentirá tão sozinha. Ainda que o nódulo seja canceroso, saiba que muitos cânceres de tireóide (a maioria) respondem bem aos tratamentos e tenho a impressão que o papilífero é a “melhor” de todos (o menos maléfico).

Seguem alguns sites que podem lhe dar mais informações sobre a tireóide, sua função e doenças. Vale a pena se informar, pois assim você desfará alguns mitos ou conceitos errôneos e pode se preparar melhorar. Creio que sentirá menos medo também.

http://www.indatir.org.br/a_tiroide.htm
http://saude.abril.com.br/especiais/tireoide/tireoide.shtml

Espero que isto ajude. Fique calma. Faça a cirurgia e nos conte depois como foi.

O Mário está preocupado com o fato da esposa começar a sentir “forte comichão” nas pernas, braços e cabeça depois de dois anos. É possível que o “especialista” tenha razão sobre a causa não ser o hormônio sintético. Entretanto, deve existir uma causa e sugiro que eles procurem um clínico geral para orientá-los sobre que tipo de especialista consultar. Se fosse logo depois da cirurgia, eu pensaria nas paratireóides. Agora não sei. Mas vale a pena pesquisar. De repente, a solução é algo bem simples e ela será grandemente aliviada…

A Mônica deve já ter feito a remoção total. A punção já mostrou câncer mas ela está encorajada com as chances de cura deste tipo e escreve palavras encorajadoras enquanto expressa seus temores. É bonito ver alguém declarar que ama seu marido depois de várias décadas de companheirismo. Estamos torcendo por você, Mônica, e esperando a continuação do seu relato. A Maria Salomé também está com medo mas agradece as informações.

Creio que a Noemir ainda não leu meus outros posts porque pergunta algumas coisas que já respondi. Está feliz porque a suspeita de câncer (via punção) não se concretizou. Sim, Noemir, a rouquidão é um problema para alguns de nós, mas eu esperaria mais algum tempo antes de me preocupar. Depois de quatro meses, eu ainda noto melhoras significativas, lentas, mas certas. A respeito da dor no pescoço, se não passar, consulte um clínico geral, descreva exatamente o que sente, e ele deverá lhe encaminhar para o médico que poderá lhe ajudar. É bem possível que as suas queixas não tenham nada a ver com a dosagem do hormônio, exceto a ansiedade se for algo muito diferente do seu jeito normal de ser. Entretanto, muitas pessoas com problemas de tireóide conseguem um equilíbrio emocional muito melhor com o tratamento adequado.

Outra Mônica fez uma cirurgia parcial e não precisa tomar hormônios. O problema dela, depois de sete meses, ainda é com a voz. O otorrino sugeriu outra cirurgia, desta vez nas cordas vocais, mas ela escreve, aliviada e feliz, que foi ver o cirurgião e que este sugeriu que fizesse fono. Vá em frente, moça, mas como já comentei lá em cima, não espere por Inokitas lhe passar o telefone da pessoa que ajudou com a voz dela, pois ela mora bem, bem longe da gente. A Priscila, 1 mês e 15 dias depois da retirada de um módulo, também foi passada para um fono porque sua voz “quase não sai.”

Pronto, vou parar por aqui. Parece que gastei mais tempo inserindo os links aos comentários e artigos, do que respondendo aos comentários. Mas espero que este ajuntamento de pensamentos e interações dos leitores com as minhas respostas possam servir para aumentar o conhecimento de vocês e de encorajamento para aqueles que ainda passam ou passarão por esses procedimentos.

Até a próxima. Betty

330 Comentários a “Pós-Cirurgia de Tireóide (8)”

  1. Jouse disse:

    Oi meu nome é Jouse e fiz ha 2 meses a retirada total da glandula. Sinto muitas contusoes desde então. Isso é normal?
    Obrigada

  2. karina disse:

    Estou em casa me recuperando de uma TT realizada a três dias, o pós operatório é chatinho, sinto dor ao engolir. Estou satisfeita com a cirurgia pois minha voz está ótima, e apreensiva a saber quanto tempo essa sensação traumática levará a passar. Mas oque me incomoda mesmo é o curativo que mais parece um enforcador.rsrs Tenho mantido meu bom humor, e esperanças sobre o resultado do meu histopatológico! E é isso, bom humor sempre, fé, esperança, e viver cada dia intensamente! Um grande abraço a todos as companheiras de luta!!!

  3. Jaider azevedo disse:

    Realizei a cirurgia de tireoidectomia total em 10 Mai 11. Estava mesmo com cancer. Hoje 9 dias depois, estou me sentindo muito bem. Só a minha voz que está muito rouca e muito baixinha. Já estou procurando a fonoaudiologa e semana que vem procuro a endocrinologista para fazer a iodoterapia raioativa. Não tenho nada a reclamar da cirurgia. Achei-a muito tranquila. É claro que o corte no pescoço incomoda um pouquinho até cicatrizar. Mas isso não é nada. Qto a voz, só preciso me disciplinar em algumas coisas e seguir a orientação médica. Dou graças a Deus de ter realizado a cirurgia e também de ter lido muito antes aqui na net. Grande abraço e boa sorte a todos.

  4. Wagner Valente disse:

    Hoje faz exatamente 12 dias que minha espesa fez uma cirurgia para retirada da tireódie. Minha preocupação é que depois destes 12 dias a voz dela está quase inaudivel – ou seja – é mais do que rouquidão. Gostaria de saber se alguém conhece casos em que a voz demorou tantou tempo para voltar, e como foi acontecendo a melhora da voz?

  5. teresa gouveia disse:

    Wagner valente
    Há algumas pessoas que ficam com problemas de voz.
    Eu sou uma dessas pessoas.
    Deve consultar com rapidez um otorrino e ver o que se passa.
    Boa sorte

  6. viviane disse:

    Bom dia. Gostaria de saber se é normal a pessoa que tira a tireoide ter falta de ar. Parece que adere as cordas vocais e tranca a passagem do ar.

  7. betty disse:

    Querida Viviane:
    Você não disse quanto tempo faz desde que houve a cirurgia. Nos primeiros dias, tudo ainda está se encaixando novamente depois de uma grande mexida. Depois, penso que “passagem de ar trancada” não seja normal. Veja com seu médico, está bem?
    Abs, Betty

  8. Ademaria disse:

    OI COLEGAS TIVE SUMIDA POR ALGUNS DIAS MAS TA TUDO BEM A MINHA CIRURGIA FOI MARCADA PARA DIA 05/07 VOU ME INTERNAR DIA 04/07 SE DEUS PERMITIR .ESTOU CONFIANTE E COM MUITA FÉ EM DEUS QUE O NOSSO MAIOR CUIDADOR E GUARDIÃO DAS NOSSAS VIDAS BEIJOSSSSSSSSSS AGUARDEM LOGO DAREI NOTICIAS BOAS.

  9. betty disse:

    Olá, Ademaria (Mara?): Desejo muita paz e tranquilidade para você amanhã. Procure descansar antes e depois, está bem? Leve sua Bíblia e algumas leituras light/agradáveis. E um bloco de anotações para registrar suas impressões e pensamentos durante este período. Que Deus a abençoe. Abs, Betty

  10. Ademaria disse:

    Betty fiz minha cirurgia foi bem graças ao meu bom Deus que esteve e esta sempre do nosso lado nos protegendo eu estou bem a voz estar um pouco rouca e baixa e confesso que estou preocupada pois eu sou educadora infantil no dia 14/07 irei retirar os pontos no posto que a minha médica atende ainda nao sei de foi parcial ou total vou conversar com ela melhor nesse dia saber de mais detalhes ,quando tive alta ela me disse que apos 30 dia ela iria me encanminhar para o centro de pesquisa nuclear para eu fazer um tratamento vou saber melhor dos detalhes beijossssssss fiquem com Deus aguardem notícias.

  11. betty disse:

    Olá, “Mara”–ainda não sei bem qual o seu nome mesmo! Fico contente que sua cirurgia correu bem. A rouquidão neste momento é muito normal. Para mim durou alguns meses. Procure não exagerar na fala e, se poder, consulte um fonoaudiologo para saber se há coisas que você possa fazer para ajudar na melhora. Está bem?
    Procure aproveitar este tempo de descanso.
    Que Deus a abençoe. Abs, Betty

  12. Ademaria disse:

    Wagner Valente tambem fiz uma cirurgia de tireoide e fiquei com a voz rouca e baixa estar fazendo 6 dias me responda ja que vc fez e ja tem mais tempo que eu a sua voz ja melhou. fique com Deus

  13. Wagner Valente disse:

    Olá Ademaria,
    Ainda estou aprendento sobre tudo isso. No caso da miha espôsa, a cirrugia foi feita há 7 semanas e a voz teve apenas uma discreta melhora. Ela está fazendo exercícios que foram passados por uma fonoaudióloga. O que ficamos sabendo é que em casos em que houve lesão do nervo laríngeo o tempo de recuperação pode ser superior a 6 meses. Mas como cada caso é um caso, entendo que se daqui mais alguns dias você não tiver uma melhora, o melhor é fazer uma consulta junto a um otorrino ou então com uma fono. De tudo que aprendi até agora, acho que o mais importante é exercitar a paciência e não se desesperar. Estimo sua rápida melhora. Fique com Deus.

  14. Ademaria disse:

    Wagner Valente obrigada por vc responder o meu comentário vou ter paciência e confiar no nosso bom Deus na realidade esse é um novo universo para mim ,também estimo a melhora se sua espôsa e com fé em Deus tudo vai dar certo

  15. Graça disse:

    Bem, já conhecia seu blog desde o ano passado quanto descobri, por meio de uma PAFF, que meus nodulos tireoideanos eram malignos. Tudo o que postou foi muito encorajador, pois quando se descobre uma doença como o CANCER, o primeiro pensamento que nos vem a mente é o de que vamos morrer, ou não teremos força o bastante para combatê-lo. Eis que me encontro diante de mais um desafio, acabo de ouvir de meu medico que o nódulo que detectaram em meu ultimo ultrasson, também é maligno. Na realidade, trata-se de metastase em linfonogo. Veja só!!! depois de 1 ano e 3 meses estou novamente diante de um gigante. Peço a Deus força para passar por tudo novamente. O que me desencoraja é a necessidade de, novamente, ter que passar pela Radioiodoterapia, pois fiquei bastante debilitada com o tratamento anterior, minha dose foi de 150, pois estava com um nódulo proximo a margem cirurgica. Peço que vocês torçam por mim. Ainda não marquei a cirurgia, assim que der escrevo contando como tudo aconteceu.
    Parabéns pelo Blog

  16. Daniela Santos disse:

    Boa Noite, fiz a cirurgia de Tireoide parcial no dia 24/08/11 hoje está fazendo 4 dias minha voz está sim um pouco rouca e baixa, ainda sinto dor mais estou tomando anti-inflamatório e Analgésico como receitou meu médico. mais a minha maior dúvida é se posso voltar ao trabalho com 15 dias sou Técnica de enfermagem e lido com pacientes acamados devido ao esforço físico??? Adorei o blog muito bom tantas pessoas compartilhando suas experiências de vida!!!

  17. tita(MG) ITABIRITO disse:

    PESSOAL QUE ALEGRIA LER TODOS ESSES DEPOIMENTOS.
    AMANHÃ FAÇO CIRURGIA TOTAL DE TIREOIDE. JÁ FIZ DUAS PUNÇÕES, ESTOU COM NODULO DE 3CM DO LADO ESQUERDO, E CISTOS DO DIREITO .NÃO TENHO UM RESULTADO CONCLUSIVO AINDA DAS BIOPSIAS POIS SÓ COLHE LÍQUIDO E SANGUE, CELULAS NAO VEIO. DEVIDO A ISTO O ESPECIALISTA FARA NOVA BIOPSIA POS CIRURGIA.
    PESSOAS! EU SOU MUITO DESENCANADA COM DOENÇAS, SEI QUE JÁ DEU TUDO CERTO. NO MUNDO DIVINO NÃO EXISTE COISAS RUINS NOS É QUE AS VEZES ARRUMAMOS. DEPOIS CONTO O POS CIRURGICO. HALLS É BOM PARA VOLTAR A VOZ OU É MITO??? TRABALHO SUBINDO E DESCENDO ESCADAS, MOVIMENTO BRAÇOS, E FALO PRA BURRO. QUANTO TEMPO DE REPOUSO>?? BJÃO A TODOS. PAZ E PROTEÇÃO SEMPRE . SEJAM CONFIANTES, DOENÇAS DEVEMOS SEMPRE CORTAR O MAL LOGO E PELA RAIZ. TUDO QUE NÃO PRESTA VAI PARA O LIXO E JÁ ERA. SAI NODULO DESSA GARGANTA QUE ELA NÃO TE PERTENCE.KKK

  18. betty disse:

    Olá, Tita:
    Que Deus lhe permita uma cirurgia bem sossegada e bem sucedida. Nunca ouvi isto sobre Halls. Creio que você deve separar pelo menos uma semana para repousar, mas depende muito da situação individual. Faça o que os médicos sugerirem.
    Depois nos conte como foi. Abs, Bettyhttp://www.cronicasdocotidiano.com/wp-admin/edit-comments.php?p=1124&approved=1#comments-form

  19. Fiz a cirugia de tereoide total no dia 01/08/11, de vez enquando fico rouca e como tambem ainda ñ faço certo movimentos pois arde no local. foi feito biopsa graça ao nosso Pai divino que e DEUS não deu nada. queria saber de vcs que fizeram a mais tempo quais os citomas, que a presentam,pois sito formigamento nos pés e nas mãos como tambem no corpo isso é normal, já conversei com o médico ele disse que é falta do hormonio, estou tomando puram T4, informe quais são os sitomas que alguma de vcs operadas sentem bjsss beth

  20. betty disse:

    Olá, Beth:
    Creio que vc deve consultar um endocrinologista ou um clínico geral. Para mim, este problema vem porque mexeram com as paratireoides durante a cirurgia. Pelo menos, me disseram que o formigamento que eu sentia era por causa disto. Tomei cálcio durante alguns dias e depois passou. Se você ler nos primeiros posts sobre este assunto, você poderá ler muitos relatos sobre experiências pós-cirurgia.
    Espero que você logo se sinta muito bem. Que bom que disseram que não há cancer! Que Deus a abençoe.
    Abs, Betty

  21. mariana disse:

    olá eu sou a mariana,tive também um carcinoma capilar da tiróide,fui operada em 2009,não tenho tiróide,já estou farta de mexer na medicação.
    Estou a engordar muito,não consigo engravidar,e agora descobriram alguma coisa na garganta que não sabem bem o que será,se for um resto da tiróide é perigoso? porque será que não consigo engravidar?obrigado

  22. betty disse:

    Olá, Mariana:
    Que pena que você não está se sentindo bem, depois de todo este tempo! Infelizmente, não sou doutora e não tenho as respostas às suas perguntas. Continue consultando seus médicos e tentando entender o que eles estão vendo. E cuide disto primeiro.
    Não conheço o sistema de Portugal mas, aqui, eu iria sugerir que você visitasse um endocrinologista sobre o engordar e um ginecologista sobre a falta de engravidar. Podem existir muitas razões para ambos os problemas que terão que ser avaliadas e eliminadas uma por uma.
    Que Deus a abençoe. Atenciosamente, Betty

  23. maria do socorro disse:

    olá meu nome é socorro, fiz a cirurgia de tireoide total no dia 14/11/2011,estou me sentindo bem graças a Deus, apesar de uma rouquidão que esta me preocupando. gostaria de saber se esta rouquidão é para sempre ou se com o tempo vai passar?

  24. betty disse:

    Socorro: A rouquidão é algo bem normal. Não sei se você leu os posts anteriores sobre esse mesmo assunto. Se você olhar para os números 04 até 07, você seguirá a minha experiência neste sentido (clique tireoide debaixo do post que você leu). Um gde abs, Betty

  25. sandra disse:

    oi, eu realizei a cirurgia de retirada total da tireoide, e a minha voz continua a mesma , só tenho incomodo na cicatrização interior e às vezes de engolir é dificil, no geral estou muito bem.

  26. sandra disse:

    eu fiz a cirurgia no dia 25/10/2011, esqueci de comentar.

  27. simone disse:

    Oi Betty, estou c/ dois nódulos benignos, aínda ñ marquei a cirurgia mais meu endocrinologista me disse q tenho q faze-la o mais rápido possível. O meu único receio é q tenho quelóide, e as cicatrizes em mim fícam horríveis. Gostaria de saber de vc ou de alguem q tem o mesmo probema; o q faço p/ ñ ficar c/ essa ciratriz horrível. Notei q a maioria das pessoas aquí só reclamaram da rouquidão na voz e outras coisas, mais de quelóide; ñ ví nenhum comentário. Se tiver alguem q sabe como resolver o problema de quelóide; por favor me digam, estou mto preocupada. Que Deus abençoe a tds q fizeram e q aínda vão fazer a cirurgia.

  28. betty disse:

    Ola, Simone: Alguém já falou sobre isto, sim, num comentário. Mas são 12 ou 13 posts, com centenas de comentários e o buscador não me ajuda a encontrar. Sei, entretanto, que a pessoa que se queixou não apresentou solução. Acho que, no seu lugar, eu procurarei um(a) dermatologista respeitada para pedir orientações, antes de marcar com o cirurgião, perguntando se existe uma técnica melhor de que outra em termos de fechamento do local. Confirmando ou não, eu compartilharia o problema com meu cirurgião. Espero que ajude. Sinta-se livre para compartilhar o que aprendeu e experimentou para ajudar a outras pessoas. Que Deus a abençoe. Um gde abs, Betty

  29. karinna disse:

    MEU NOME É KARINNA, TENHO 35 ANOS E VOU FAZER A REMOÇÃO TOTAL DA TIREOIDE, GOSTARIA DE SABER SOBRE PÓS CIRURGICO,HÁ NECESSIDADE DE MUITOS DIAS DE REPOUSO? E DEPOIS DA IODOTERAPIA? GRATA,

  30. betty disse:

    Olá, Karinna: Tem vários posts com comentários antes e depois desse (que é o número 8). Vc deverá encontrar a maioria das suas respostas lá, com muitos detalhes. Leia, e depois leve as perguntas e dúvidas que restarem para seu(s) médico(s).
    Que Deus a abençoe.
    Abs, Betty

  31. rute eugenio disse:

    oi,estou com 1mes e 10dias que passei pela cirurgia de retirada total,tenho 34anos e foi um grande susto ao saber da noticia.fiquei sabendo em novembro e a cirurgia foi 12 de dezembro;tenho que fazer radioiodoterapia,ainda estou tentando marcar o dia mais sei que tudo e no tempo de Deus!minha voz esta praticamente normal como li em um dos relatos tambem tenho dificuldade nos agudos,sinto algumas caibras nas costas+e so relaxar que logo passa.temos que confiar no SENHOR que e dono da vida e que tem todo poder para nos socorrer.VAI DAR TUDO CERTO!meu marido e mihna mae tem sido colunas que Deus levantou para me ajudar e me consolar,entao quero dizer que vc valorize as pessoas que te apoiam,nao as afaste de vc achando que esta atrapalhando suas vidas na verdade elas fazem parte da sua vida!

  32. franciele disse:

    gente estou muito rouca faiz mais d meses estou com medo de ir ao medico e ter alguma coisa que precise operar eu canto muito e não posso para agora..sera que e muito comum ficar rouca ou passa com o tempo

  33. Gabriela disse:

    Fiz a cirurgia de retirada parcial da tireoide no dia 01/02/2012. Percebi um nódulo a mais ou menos 4 anos, mas como estava pequeno e não afetava meu TSH, T3 e T4 o médico pediu apenas que acompanhasse a cada 6 meses, que meu caso era apenas estético. Fiz 3 punções e o resultado sempre foi positivo. De maio a dezembro o nódulo cresceu bastante, já estava com 10 cm³ apesar de não afetar minha tireoide seria necessário a cirurgia pois poderia comprometer minha alimentação e respiração.
    Correu tudo bem na cirurgia, fiquei 2 noites no hospital e agora estou em casa me recuperando e aguardando a biopsia. Sinto fortes dores no pescoço e garganta, mas segundo o médico se deve à entubação. A cicatriz está bem feia, o que me preocupa um pouco! Estou com bastante dificuldade para me alimentar e beber, isso passa com o tempo? Minha voz está um pouco mais fina e baixa, mas não estou rouca. Não consigo falar muito porque gera tosse e dor.
    Estou um pouco preocupada porque ainda não tenho filhos, alguém passou pela cirurgia e engravidou? Correu tudo bem? Além da cicatriz, isso me preocupa muito, pois quero ser mãe, ter um filho saudável!

  34. betty disse:

    Olá, Gabriela. Acho que você encontrará várias respostas às suas perguntas se voltar para os meus posts anteriores, pois eu e outros leitores descrevemos todo o processo e nossas reações. Jogue a palavra “tireoide” no “procurar” do meu blog cronicasdocotidiano.com e vá de um para outro.
    Sobre ter filhos, nunca vi nada dizendo que a cirurgia prejudicou a possibilidade e tem várias leitoras que fizeram a cirurgia e, até a iodoterapia porque estavam com cancer e que, agora, depois do período requerido, estão se preparando para ter filhos com total anuência dos seus médicos. Mas, de qualquer jeito, quando você voltar aos seus doutores (cirugião/endocrinologista/clínico geral), leve uma lista das suas perguntas. Passe o creme que o médico indicar e evite sol na cicatriz. E deixe sua voz descansar bastante por mais uns dias.
    Enquanto isso vá se preparando pessoalmente para que, quando Deus permitir, você possa ser uma ótima mãe, ao lado de um marido com as qualidades necessárias a um bom pai. Que Deus a abençoe. Um gde abs, Betty

  35. Gabriela disse:

    Obrigada Betty!
    Primeiro por ter criado o blog… infelizmente só encontrei agora, após ter feito a cirurgia, mas me tranquilizou bastante ver o relato de outras pessoas. Não sabia que era tão comum assim!
    Em segundo por ter me respondido tão prontamente!

    Que Deus abençoe vc e sua família!

    Vi que algumas pessoas comentaram de cãimbras e formigamento… Faço enfermagem e entendo um pouco, e meu médico também comentou a respeito. Isso se deve a paratireoide mesmo. Ela controla o nível de cálcio no sangue. A paratireoide está localizada atrás da tireoide, por isso durante a cirurgia ela pode ser afetada. Geralmente ela só incha e os efeitos são sentidos apenas nos primeiros dias após a cirurgia, porém se persistir, é necessário fazer a regulação dos hormônios produzidos por essa glândula também. Acho interessante comentar com o médico a respeito destes sintomas que ele saberá o melhor a fazer.

    Se Deus quiser em breve partilho no blog minha recuperação!!!

  36. elaine disse:

    FIZ CIRURGIA A 21 DIAS ATRAZ ,RETIRADA PARCIAL DA TIREÓIDE ,JÁ ESTOU PRATICANDO ESPORTE NORMALMENTE DESDE 15 DIAS PÓS CIRURGICO,SÓ QUE ESTOU SENTINDO UM POUCO DE FALTA DE AR E SENSAÇÃO COMO SE TIVESSE UM PIGARRO NA GARGANTA ,A VOZ TEM HORA QUE FALHA MÁS ESTÁ DENTRO DO NORMAL SÓ A FALTA DE AR QUE ESTÁ ME PREOCUPANDO UM POUCO ,NO MAIS A RECUPERAÇÃO FÍSICA É MT RÁPIDA JOGO VOLEI É DE IMPACTO MÁS ESTOU JOGANDO NORMAL 3 DIAS POR SEMANA DURANTE 3 HORAS MT ESFORÇO.TENHO 42 ANOS E A RETIRADA DO NÓDULO DE 1CM GRAÇAS A DEUS O RESULTADO DA BIÓPSIA FOI NEGATIVO ,SE PUDER ME FALAR ALGO SOBRE ESTA FALTA DE AR AGRADEÇO BJS

  37. betty disse:

    Olá, Elaine:
    Creio que você provavelmente está exagerando com o esforço físico. Diminua o ritmo. Se não melhorar, procure seu médico.
    Abs, Betty

  38. Karinna disse:

    Boa noite,
    Hoje faz 15 dias da minha cirurgia, retirei toda a tireoide , não senti dor , minha voz está normal .
    Acordo muito bem tomo o puran 100 e depos de 30 minutos tomo café, entretanto depois do almoço me sinto muito mal, com sono meio tonta, muito cansada, depois passa será normal?
    Alguém sentiu isso? Obrigada

  39. betty disse:

    Olá, karinna:
    Vc está certa em esperar um pouco entre o comprimido do hormonio e o café. Ainda é pouco tempo desde que vc fez a cirurgia. Entretanto, se o mal estar continuar, observe o quando e o como dos sintomas, e volte ao médico com os detalhes. Pode ser que você apenas precisa ajustar a dosagem do hormonio. Espero que logo melhore.
    Abs, Betty

  40. Jhenifer Fernandes disse:

    Olá. Sou mineira, natural de Ibiá, mas moro em Uberaba. Hoje tenho 21 anos e faço acompanhamento com a edocrinologista por eu ter hipotiroidismo desde os 15 anos. Ano passado, no dia 21 de setembro, pra ser exata, quando ainda tinha 20 anos, realizei a cirurgia para remoção total da tireóide, pois foi detectado 3 nódulos malignos e 23 linfomas. Assim a cirurgia demorou mais do que esperado, pois ateriormente a cirugia, tinha sido detectado pelos exames apenas dois nódulos, o restante foi descoberto já na realização da cirurgia. No pós cirurgia, como o médico já havia me alertado, comecei a ter cãibras, assim comecei o uso do cálcio. Tomei o cálcio durante uns dois meses. Como não sentia mais nenhum sintoma, abandonei o cálcio, porém recentemente comecei novamente a ter cãibras, dessa vez muito forte, e hoje quando estava na faculdade me deu uma crise que nunca tinha dado antes, fiquei um pouco constrangida pois estava na hora do intervalo e comecei a ter cãibras, minhas mãos entortavam e eu sentia muita dor, e meus colegas de classe não sabiam o q fazer, uma vez que nunca presenciaram algo do tipo, eu acho. Mas cheguei em casa e tomei o cálcio e passo bem. Bom, é isso, vi os comentários e posts e achei que seria bom contar a minha história também. Espero que a minha história fortaleça outras pessoas, e ainda deixo uma frase que sempre digo a mim mesma: “Deus não nos dá uma fardo maior do que possamos carregar.” Então pense nos seus obstáculos como um teste para provar a você mesmo do que é capaz, porque Ele já sabe, a Sua intenção é mostrar pra você. Aprendi a dar mais valor nas pessoas que estão comigo, principalmente aos meus pais e meu irmão… São minha base!

  41. Jhenifer Fernandes disse:

    Karinna, eu senti todos esses sintomas, e meu médico disse que seria assim, que é normal, porque, mesmo tomando o hormônio, seu corpo ainda está se recuperando. O que meu médico me explicou foi o seguinte… Como agora está sem a tireoide o corpo precisa encontrar uma maneira de continuar trabalhando na ausencia da tireoide, assim ele tipo que faz “hora extra”, por isso o sintoma de cansaço. Mas isso passa, é tudo questão de tempo, até o corpo se normalizar. Espero ter ajudado!

  42. Mariáh disse:

    ESTAVA VENDO A PREUCUPAÇÃO DE SIMONE COM A QUILIODE,
    FIZ ACIRURGIA TOTAL DA TIRIODE O9 DE FEV. ESTOU POUQUINHA de ROQUIDÃO, QUANDO PERGUNTEI P MEU MÉDICO QUANDO IRIA TIRAR OS PONTOS, E RESPONDEU QUE PONTOS? EU QUIZ SABER COMO N TEM PONTOS……NÃO TEM PONTOS ? ELE RESPONDEU É TECNICA NOVA, SEGREDOOOOOOOO.

    O MÉDICO QUE ME OPEROU FOI O DR.RODRIGO PORTO LEITE.
    CRICIÚMA, SC.
    ESPERO Q POSSA AJUDAR, PQ EU TBM FIQUEI APAVORADA QDO SOUBE, MAS HOJE LENDO SEUS RELATOS JÁ ME CONFORMEI. BJOSSSS

    A TODOS VÃO COM CORAGEM E ACREDITE Q VAI DAR CERTO

  43. betty disse:

    Olá, Mariah,
    Realmente, ultimamente não tem pontos. Veja o que escrevi no post numero 3. E eu também estava certa de que havia pontos!

    …. Estou melhorando diariamente. Devo retirar os pontos amanhã à tarde, na consulta marcada com o cirurgião, e conversar com ele sobre várias coisas que ainda me intrigam, preocupam ou incomodam.

    Depois, no post 4, relato isto:

    … Não havia pontos para tirar da minha garganta. O doutor simplesmente tirou o curativo, passou algo que ardeu e colocou outro. Devo deixá-lo durante duas semanas ou até cair. Posso tomar banho normalmente, evitando esfregar no local. Depois existe um creme para passar (Drenison) para ajudar a cicatriz a desaparecer. Ele também colocou um pedaço da mesma fita em cima do furo do dreno….

    Espero que não tenha problemas com queloide. Parece-me que são poucas as pessoas que tem isto e que, normalmente, elas já descobriram isto antes ao lidar com feridas abertas enquanto cresciam e viviam.
    Que Deus a abençoe, Betty

  44. Mariáh disse:

    BOA TARDE A TODOS,

    REALMENTE A MEDICINA ESTÁ MUITO BEM, COM BONS PROFICIONAIS,
    É TER SORTE PARA ACERTAR.

    QUANDO TEM Q SE FAZER NÃO ADIANTA, ERVA DANINHA É PARA SER ARRANCADA MESMO.

    EU JA ESTOU NO 8 DIA ,JA TIREI CURATIVO E A VOZ JÁ DA PARA O CONSUMO.KKKKKKKKKKKKK MAS SÓ FICAREI REALIZADA QUANDO CONSG. SOLTAR OS MEUS AGUDOS, GOSTO DE CANTAR.

  45. Soelma disse:

    Oi Mariáh…

    Sou Soelma, tenho 31 anos, solteira, sem filhos…
    Realmente todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus… sempre fiz exames de sangue e nunca deram alterados, em março do ano 2011, uma amiga de trabalho que percebeu uma “coisa” volumosa em minha garganta enquanto tomava água, no mesmo dia procurei o médico que me pediu ultra-som e punção para biopsia, graças a Deus não eram malignos, mas grandes.
    Pensei:-” ahhh! por isso que as vezes tinha a sensação de uma bala parada em minha garganta e por isso que minha voz desafinava dependendo nas notas mais agudas de um louvor… ah e sempre me sentia muito cansada por pouca coisa.
    … no início do tratamento meus anseios eram em relação a minha voz e a cicatriz no pescoço… e a filhos mas entreguei a Deus esses anseios e Ele me trouxe paz. Ele está no controle de tudo…
    … fiz tireoidectomia total faz seis(06) dias, foi uma cirurgia muito tranquila, Deus colocou uma paz tão grande em meu coração inexplicável… estou me recuperando super bem, não tive dor pós cirurgia e um dia, só tive uma pequena dorzinha quando engolia que é normal, hoje ela já desapareceu … minha voz esta normal, não percebi nenhuma alteração…
    … vou tomar cálcio por um tempo e fazer reposição hormonal… mas sem frustrações, alias todo mundo tem que tomar água, comer todos os dias e não se frusta né! kkkkkkkkkkk
    … ahhh! uma coisa que sinto dependendo a posição de deito ou quando engulo, é uma sensação oca na garganta… mas deve ser pasageiro ate cicatrizar por dentro… aliás eu tava acostumada com uma tireóidea e dois nódulos grandes e foi tirado né! kkkkkkk digo pra minhas amigas que estou passando pela fase da “SÍNDROME DA GARGANTA VAZIA” KKKKKKKKKK
    que a alegria do Senhos continue sendo sua força… não te conheço pessoalmente mas te vi nas fotos… vc é linda!
    … E JÁ APRENDI A TE AMAR.
    Termino com o salmo: “Graças te dou de todo o meu coração, diante dos deuses a ti cantarei louvores… no dia em que eu clamei, atendeste-me, fortalecendo a minha alma” Sl 138- 1e3

  46. betty disse:

    Olá, Soelma:
    Tentei lhe enviar um e-mail por aquele que vc colocou no comentário, mas foi devolvido. Portanto, responderei apenas aqui.
    Fico contente que tudo correu tão bem. Parece-me que está tudo dentro do “normal”. Gostei também que você está se lembrando de louvar a Deus enquanto procura encarar os desafios com humor.
    Já que você começou com “Oi Mariáh”, achei que você estava conversando com ela, mas depois fiquei na dúvida se você não estaria se dirigindo a mim… Gostei de ouvir que sou linda… :-) Pelo menos, nas fotos.
    Realmente, Deus é bom! E como a vida é melhor, quando conseguimos entregar os nossos caminhos a Ele.
    Desejando uma plena recuperação, abs, Betty

  47. Soelma disse:

    olá Betty! que falta de atenção a minha né! desculpe… mas estava me referindo a você mesma. Essa ideia dos posts foi brilhante e creio que dirigida pelo Espírito Santo. Quando achei eles me lembrei de um capítulo do livro ” O OBSTINADO AMOR DE DEUS” onde Brennen Manning no capitulo, Médicos Feridos, faz uma citação de Rainer Maria Rilke, em Letter to a Young Poet (Cartas a um Jovem Poeta), que acho muito interessante:

    “Não acredita que quem procura confortá-lo vive serenamente entre as palavras simples e tranquilas que as vezes fazem bem a você. A vida dele tem muita dificuldade e tristeza, e permanece bem atrás da que você leva. Não fosse assim ele jamais poderia ter encontrado essas palavras.”
    Acho que isso explica a eficácia de seu dom, sua ferida é reconhecida e aceita, mas ainda que feridas são usadas para iluminar e estabilizar sua vida e a vida daqueles que passaram, passam e vão passar pelo mesmo.

    Gosto muito dessas duas frases abaixo:
    …” meça sua vida pelas perdas e não pelos ganhos; não pelo vinho consumido mas pelo vinho oferecido;pois a força do amor se põe em sacrifício do amor, e o que mais sofre mais tem pra dar” Rudson Taylor

    …” a serviço do amor apenas soldados feridos podem engajar-se” Thornton Wilder

    … como diz Apostolo Paulo: “- tomei por decisão em gloriar-me nas minhas fraquezas, pois elas significam uma experiência mais profunda do poder de Cristo” (2corintios 12:9b)

    Que Deus continue te usando poderosamente…
    AMO VOCÊ!
    Soelma

  48. Karina Celly disse:

    Pode beber bebida alcoolica?

  49. betty disse:

    Pergunte ao seu médico!

  50. VERA BEATRIZ disse:

    Olá, em 2010 tirei um pólipo maligno do intestino e em set/2011 retirei um tumor maligno da mama, quando fui fazer os primeiros exames de acompanhamento em fev/2012 descobri um nódulo na tireoide. Fiz PAAF e deu suspeita de malignidade. Tenho feito exames do intestino a cada 6 meses e Graças a Deus está tudo Ok, não apareceu mais nenhum pólipo maligno. O cancer de mama também está sob controle, fiz radioterapia até nov/2011, e estou fazendo hormonioterapia e acompanhamento. Mas, devido ao meu histórico e o da minha família (meu pai faleceu de cancer de pancreas) a médica resolveu fazer uma tireoidectomia total, para afastar qualquer risco. Vou fazer a cirurgia amanhã. Minha dúvida ´-e, quanto tempo demora para ficar pronta a biopsia e termos certeza se é maligno? Caso seja, quanto tempo vou ficar sem trabalhar? Quanto tempo depois vou fazer a tal IODOTERAPIA? Só pra esclarecer, os tumores são independentes, nenhum deles foi metastase. Vera

Deixe o seu comentário

Crônicas do Cotidiano > Pós-Cirurgia de Tireóide (8)