Pós-cirurgia de tireóide (7) – Completando 3 meses e meio

Crônicas do Cotidiano > Pós-cirurgia de tireóide (7) – Completando 3 meses e meio

Já se passaram 3 meses e meio desde que tiraram a minha tireóide. Continuo melhorando.

pescoçotireóide

A cicatriz permanece visível, mas está ficando menos conspícua (menos vermelha e protuberante). A minha preocupação principal não é mais tanto de escondê-la dos olhares alheios, mas apenas de protegê-la do sol e de luz fluorescente. Uma amiga já havia me falado sobre este tipo de iluminação antes (tão comum hoje em dia—quase obrigatória, se formos pensar bem), mas eu não dei muita importância a esta orientação até que o cirurgião adicionou o mesmo alerta, na minha última consulta. Assim, fiquei mais ciente da necessidade de usar protetor solar (ou usar gola alta ou xale), até dentro de casa.

Minha voz continua melhorando, surpreendentemente. Algumas semanas atrás, eu estava convencida que ficaria para sempre com sérias limitações neste instrumento tão precioso de comunicação, mas agora já começo a pensar que elas talvez não serão tão grandes quanto imaginava. Antes, até meus parentes mais próximos tinham dificuldade em reconhecer que era eu falando no telefone.

Na semana que passou fui até reconhecida pela secretária de uma dentista com quem fiz tratamento de canal há dois anos. Quando comentei isto com uma amiga, ela falou—Betty, não foi apenas pela voz, foi pelo sotaque—aquela mistura de gringa com nordestina brasileira é inconfundível! Ainda bem que tem mais gente me dizendo que notam grandes melhoras… Meu marido diz (brincando) que já estava com vontade de me exorcizar, porque a voz que saía de mim não parecia a minha. Agora, até ele acha que estou melhorando bastante.

Ainda assim, sempre amanheço rouca e não consigo falar por muito tempo sem pigarrear. E ainda continuo apenas abrindo a boca e fazendo de conta que estou cantando na hora de louvar a Deus através dos hinos na igreja. Mas já arrisco cantar baixinho para meu netinho—ele não sabe que Vovó está alcançando apenas metade das notas…

A endocrinologista disse para eu ir para um otorrinolaringologista e que, este, talvez me enviará para um fonoaudiólogo. Ainda não fui para nenhum dos dois. Creio que vou esperar mais um pouco, ainda.

A medicação. Estou tomando apenas Synthroid 100 conforme os meus médicos me instruíram—logo de manhã, pelo menos meia hora antes de comer. Tenho uma caixinha ao lado da cama com divisórias marcadas com os dias da semana. Tomo o comprimido daquele dia e deixo a tampinha aberta para poder verificar de cara se a tomei ou não (e para encontrar no escuro qual compartimento eu devo abrir), e tenho conseguido lembrar disso fielmente.

Ou quase. Teve um dia em que faltou pouco para eu entrar em pânico. Meu marido estava viajando e, de repente, às dez da noite, percebi que não havia tomado o comprimido daquele dia. E agora? Tomo ou não tomo? E se tomar—o que fazer de manhã? Tomar de novo? Esperar quantas horas? Qual será o efeito de engoli-lo, ou de não engoli-lo?

Tinha certeza que meus médicos (e seus cônjuges) não iriam apreciar uma ligação àquela hora. Olhei na Internet e não consegui encontrar uma orientação satisfatória. Mas li várias observações assustadoras de pessoas que haviam ficado sem tomar, e sentido e sofrido todo tipo de coisas. E de outras que escreveram que não haviam sentido qualquer efeito. Entretanto, não achava nada de fontes de confiança. Finalmente, resolvi não tomar. Li minha Bíblia, orei e consegui descansar na providência de Deus e dormir. Não senti nada fora do normal. No dia seguinte, tomei o remédio normalmente. Enviei um e-mail para a minha endocrinologista e recebi uma resposta, com orientação, conforme “colo” abaixo:

Qui 13/08/09 14:55

Olá, Dra. —:

Ontem, mais ou menos às dez da noite, percebi que não havia tomado meu comprimido de Synthroid de manhã. Foi pela primeira vez nos três meses desde a cirurgia! Fiquei na dúvida se ainda tomava ou esperava.  Minhas pesquisas, na bula e na Internet, em inglês e em português, ajudaram muito pouco, apenas mandando tomar logo que se lembrar e não mudar o horário do próximo comprimido…

Resolvi esperar, já que não estava sentindo nada de diferente, e com medo de ter efeitos colaterais com hormônio demais no meu sistema se repetisse o remédio depois de apenas 9 horas. A bula também não faz terrorismo para quem se esquecer, sobre conseqüências drásticas, etc., e não vi estatísticas de morte para quem deixar de tomar por um dia. Entretanto, sei que o hormônio é importante para meu bem-estar e sobrevivência e li postagens de gente dizendo que sente logo a falta.

Recomecei hoje de manhã. Estou me sentindo bem. Mas gostaria de saber qual deve ser o meu procedimento no futuro. Existe alguma regra?

Agradeço a atenção. Abs, Betty

A resposta veio no dia seguinte:

Sra Betty:

Fique tranquila!

O hormônio mantém-se no sangue por 7 dias. Claro que neste período, se não tomá-lo, a concentração vai caindo. O ideal é ingeri-lo diariamente a fim de manter a concentração constante.

Quando ocorrer o esquecimento, o correto é aguardar 4 horas com estômago vazio e, daí esperar por, no mínimo, 30 minutos para alimentar-se, ok?

Um abraço!

Dra —

Foi bom receber esta orientação. E anteontem descobri que uma amiga, que já toma hormônio para tireóide há 15 anos, passou grande parte deles pensando que poderia ter um ataque de coração se se esquecesse—simplesmente porque uma atendente na farmácia havia comentado algo neste sentido na hora da compra. E seu marido é médico! Apenas recentemente ele soube desta crença dela e a desfez…

Cansaço. Na semana passada, passei vários dias sentindo MUITO cansaço. Não fiquei acamada, mas sentia sono conjugado a um certo mal-estar e me empurrava de uma obrigação para outra. Tinha começado uma nova caixa de synthroid e fiquei desconfiada que o remédio poderia ser falsificado. Mas raspei a caixa no lugar que dizem que comprova a autenticidade do produto e estava tudo certo. Felizmente, o cansaço passou. Agora já estou bem. Deve ter sido uma virose… É interessante como coisas que antes seriam encaradas como uma indisposição corriqueira de repente assustam.

Comentários no blog. Estou bastante surpresa com a interação que está havendo nos meus posts sobre a cirurgia de tireóide … Quando comecei com cronicasdocotidiano.com, nunca pensei que teria muitos leitores. No início, queria um site para colocar os textos que já haviam sido publicados numa revista de senhoras. Meu filho, em vez disto, me deu um blog, uma oportunidade de postar textos a meu bel-prazer, sem ninguém impondo prazos, temas ou tamanhos. E comecei a escrever, pensando que meus leitores seriam familiares e amigos e uns poucos “convidados” através destes. Entretanto, aos poucos, o número de leitores tem crescido e estou sendo lido por pessoas do mundo inteiro, às vezes agradando e, outras vezes, aborrecendo… É gente que não me conhece, nunca me viu e, provavelmente, nunca me verá.

Tenho um serviço que me dá uma listagem diária dos posts que foram acessados. Os mais lidos (mas pouco comentados), até pouco tempo, tem sido os que falam de Maria e Marta. Mas, agora, são aqueles que lidam com a minha cirurgia de tireóide. Não sei bem como as pessoas os encontram, mas nos últimos 200 acessos (ontem e hoje—06 e 07 de setembro), clicaram nos posts sobre tireóide 46 vezes. O mais lido (e o mais comentado) é o número 4.

Nos comentários, homens e mulheres têm respondido àquilo que escrevi e compartilhado suas experiências—sintomas, cirurgias, seqüelas, dores e temores. Alguns pedem conselhos. Outros dão. Minha vida tem estado tão cheia que tenho encontrado tempo quase unicamente para autorizar sua entrada no fim dos posts. Pude responder somente a uns poucos, apesar de me comover, entristecer ou alegrar com a realidade de cada um. Pretendo postar estas respostas e vou tentar comentar mais alguns nos próximos dias.

Até então, Betty

1.074 Comentários a “Pós-cirurgia de tireóide (7) – Completando 3 meses e meio”

  1. Suely de Azevedo disse:

    Estou c 4 dias de operada- da tireoide 3/7 .Como.tenho q ficar aquietada acabei indo p o celular pesquisar sobre a tireóide.Deveria ter feito antes, porém estava trabalhando bastante. Percebo q nao sou tão curiosa sobre assuntos médicos. Aliás descobrir que tinha nódulos benignos foi um acidente de percurso.Estava diante do computador quado senti como uma bola de pingpong quisesse emergir na região do.pescoço .Tudo estranho!.Como moro no.interior do MS procurei um clínico obstetra e ele é q me indicou um cirurgiao de cabeça e pescoço, aliás, especialidade que nem sabia existir . Vindo p CGrande o médico sugeriu cirurgia devido ao tamanho do nódulo e minha idade 76 anos. Ler essas experiências de vcs está sendo muito útil.É um canal onde se troca experiências as mais diversas.Abçs a todos e obrigado pelo meu enriquecimento.Tchau!

  2. REGINA disse:

    OLA BOA NOITE EU FIZ A CIRUGIA DE RETIRADA TOTAL DA TIREOIDE MO DIA 11/07 JA FAZ HJ 6 DIAS POIS HAVIA O NODULO ESTAVA ALTERADA 4,5 CM OCORREU TUDO BEM NA CIRUGIA FOI UM SUCESSO A RECUPERAÇÃO TAMBEM
    MAS EU SINTO UM LEVO ENFORCAMENTO UM DESCONFORTO ME CAUSA FALTA DE AR ,EU AINDA TENHO QUE RETIRAR OS PONTOS NUM SEI QUAIS PQ SAO INTERNOS FICOU APENAS UMA PONTA PRA FORA DEVE TER SIDO DEIXADO PRA FACILITAR .

    GOSTARIA DE SABER SE VC TEVE ISSO …SE TEVE SE PASSOU ..SE ISSO IRA PASSAR PQ É BEM RUIM

    ATT REGINA

  3. betty disse:

    Olá, Regina. A minha cirurgia ocorreu em 2009, portanto já faz algum tempo. Senti várias dores e incômodos nos primeiros dias. Creio que algum desconforto é de ser esperado. Entretanto, se a falta de ar/sensaçao de enforcamento passar de leve para grande, talvez seja interessante passar pelo pronto socorro do hospital da cirurgia, ou consultar um médico conhecido, para verificar o que está ocorrendo. Se não, anote todas as suas observações e perguntas para fazer quando for para retirar os pontos (e avaliação da sua recuperação).

    Que Deus a abençoe.
    Abs, Betty Portela

  4. Renata disse:

    Oi Betty, bom dia

    Eu fiz uma tireoidectomia total, fez um ano em abril, só que até hoje eu estou tomando o remédio para o cálcio, pois as vezes a taxa fica baixa e a endo passou dessa última vez o cálcio 4 vezes ao dia, é normal tomar tantos assim? Tem pessoas que ficam tomando o cálcio pra o resto da vida?
    Obrigada pela atenção

  5. betty disse:

    Olá, Renata:
    Se o seu endocrinologista não souber explicar a razão por trás disto, creio que talvez seja interessante consultar outro. Leve junto todo o seu histórico com exames e tratamentos, resumindo o que você tem passado e experimentado e pergunte a este especialista sobre as causas e possibilidades de solução. Eu penso que pode ter havido alguma interferência nas para-tireoides na hora da cirurgia. Ou por necessidade (que os exames devem poder explicar), ou por problema com a desteridade do cirurgião. Espero que consiga descobrir e resolver. Que Deus a abençoe. Abs, Betty

  6. betty disse:

    Olá, Marcia. Desculpe a demora em responder. Estive viajando, visitando filhos e netos, etc. Estou contente que você teve tão boa experiência e que gostou dos meus relatos (que já sou de 2009!). Continuo bem de saúde nesta área, graças a Deus. Que Deus a abençoe.

  7. betty disse:

    Olá, Suely: Favor desculpar a minha demora em responder. Estava viajando, num encontro familiar no Canadá, revendo 4 filhos e 11 netos, vindo de 4 países diferentes. Creio que foi muito bom você perceber os nódulos e ir atrás de tratamento, especialmente morando longe. Espero que já se recuperou bem e que Deus a permita ainda bons anos com saúde. Abs, Betty

  8. Rose Oliveira disse:

    Fiz minha cirurgia dia 03/07/2017 e graças a Deus ocorreu tudo bem, gostaria de sabe o que posso comer e quanto posso voltar a tomar uma cervejinha. por enquanto não tô sentindo nada, mas tomo meus iogurtes e puran.

  9. betty disse:

    Pergunte ao seu médico, Rose. Normalmente, as pessoas já estão liberadas para quase tudo depois de um mes. Abs, Betty

  10. Sueli de Azevedo disse:

    Gente amiga hj faz 1 mes que fui operada.O cirurgião liberou p exercicios fisicos.Com 15 dias pude dirigir.Foi bom retornar ao pilates.Minha fisio foi avaliando meu desempenho.Tudo ótimo. Como andou muito frio por aqui aproveitei p tomar 1 taça diária de vinho. Quanto a minha cicatriz vai ficando cada dia menos rígida.Quanto a comer já como de tudo.E quanto aos pontos soube que eram internos e nada ficou para fóra. Uma coisa é certa, sou muito disciplinada qto as orientações médicas .Minha 1° semana foi dentro de casa,respeitei qto nao molhar a cicatriz, apenas passar álcool após. Soube que por apresentar polipos tb do outro lado da tireóide o medico acabou retirando-a completamente e análise da biopsia deu como tudo era negativo.Fiquei livre de 14g no meu peso.Penso que agora vou retomando a vida me programando p caminhadas diárias e o consumo de Euthyrox 112mcg p o resto da vida.Ainda farei um exame p ver se está tudo bem com os níveis hormonais.Um abç a todas desejando pronto restabelecimento para as recém operadas.Qualquer novidade conto p vcs.😚

  11. aparecida ferreira da silva disse:

    olá sueli vou operar da tireoide estou apavorada mas vendo pessoas como vc e outras que estão bem estou mais tranquila.

  12. Helena Branco disse:

    Tenho 41 anos e fiz a retirada da tireoide a um mês e graças a Deus a biopsia deu benigna, ainda sinto como se meu pescoço estivesse com um colar apertado. a cicatriz ainda esta vermelha, mais não dói. Não fiz os exames de sangue ainda, vou ao retorno medico daqui 15 dias. Mais estou preocupada porque estou tendo insônia todos os dias. Isso é normal? Quem ja passou pode me orientar? E eu sempre fui de dormir bem, meu marido acha que estou com depressão. É normal essa rigidez no pescoço? Quem puder me ajudar. Obrigado.

  13. betty disse:

    Olá, Helena. Você já está tomando o hormônio que substitui a tireoide? A insônia pode ser consequência de falta. A sensação de colar apertado também não me parece comum, depois de um mes. Portanto, elabore uma lista das suas perguntas, queixas e observações e leve ao médico. Ele provavelmente a encaminhará a um(a) endocrinologista. Espero que logo resolva e melhore. Que Deus a abençoe, Betty

  14. Fatima disse:

    Querida Berty, tem 15 dias que retirei toda a tireoide, meu nódulo era maligno, muito pequeno e encontraram outro ao lado menor ainda e tb maligno, limparam tudo, agora estou iniciando a dosagem de 150 puran, não tenho sentido nenhuma reação, estou bem, a cicatriz está cicatrizando bem, estou sempre com ela protegida e usando cicatricure e ainda um óleo, vc me
    Ajudou muito no pré operatório tirando varias duvidas e medos! Muito obrigada!! Minha voz está rouca e sinto uma certa dificuldade em falar, parece que tenho que fazer força para falar, vou procurar uma fono para realizar alguns exercícios para que volte tudo mais rápido pq trabalho co
    A voz! Do mais só queria saber se daqui pra frente a vida segue normal tomando a medicação, se não temos nenhum tipo de problemas em relação a isso? Um grande abraço e boa sorte e saúde a você e todos os amigos aqui 😘

  15. Bárbara disse:

    Bom dia! Retira o lado esquerdo dia 8 de agosto, tem recuperação está Boa, mas tenho sentindo um sono incontrolável e sem vontade de sair de casa.
    Minha primeira biópsia acusou sugestivo tumor de Hulther grau 4 e só com um mês terei o resultado.

  16. betty disse:

    Bom dia, Bárbara. Me pergunto se você já está tomando o hormônio substitutivo da tireoide. Às vezes, quando tem suspeita de câncer, o médico espera para administrar o remédio para não atrapalhar outros exames e tratamentos, conforme o resultado da biopsia. Entretanto, um mês é muito tempo e eu tentaria explicação ou ajuda do médico ou de um especialista antes, se parecer insustentável. De fato, só saber o que está acontecendo pode ajudar a aguentar… Espero que logo se sinta melhor.

  17. betty disse:

    Olá, Fátima. Me desculpe a demora em responder, mas estava no Canadá ajudando na chegada do nosso 12º netinho. 🙂 Espero que sua voz melhore. Eu não fui em fono, pq meu médico garantiu que iria normalizar (a pessoa que faz a cirurgia sabe exatamente quanto mexeu). Entretanto, levou quase três meses antes de eu perceber que as pessoas não estranhavam mais o timbre da minha voz. No restante, voltei a ter vida inteiramente normal. Já se passaram nove anos. Que Deus a abençoe. Abs, Betty

  18. Stella disse:

    Dra, meu pai fez a cirugia devido a um tumor, isso já tem 3 anos. Fez todo o tratamento e teve a alta, porém desde a cirurgia ele passou a ter cãibras, já tomou medicações e não resolve. Aumenta a cada dia e mudam os lugares do corpo, atualmente são no braço. Pode me orientar?

  19. betty disse:

    Querida Stella. Não sou doutora, apenas uma ex-paciente de um cirurgião de cabeça que tirou a minha tireoide. Quando tive cãibras nos primeiros dias soube que era porque haviam mexido com as para-tireóides. E me passaram cálcio por uns dias. Logo passaram. Sendo eu, eu provavelmente procuraria um(a) endocrinologista, pedindo para que pesquisasse mais a respeito disto. Deve ter exames apropriados. Achei um site que dá uma boa explicação e algumas orientações. Só tem propagandas demais no meio. 🙁 http://www.minhavida.com.br/saude/temas/hipoparatireoidismo Espero que ajude. Abs, Betty

  20. Estevão disse:

    Betty
    Bom dia, parabéns pela disposição em tirar as dúvidas…
    Fiz minha retirada total da tireóide em 03.08.17, seguindo orientações médicas não estou tomando cálcio e estou iniciando a semana sem tomar nenhum hormônio para posteriormente fazer a iodoterapia ao fim da terceira semana… possivelmente após o dia 30.09.17.
    Você fez iodoterapia ? Que sentiu ? Será que poderei retornar ao trabalho mesmo assim ?

  21. betty disse:

    Olá, Estevão. O cálcio só é preciso se vc sentir cãibras – consequência de, muitas vezes, mexerem com as paratireoides durante a cirurgia. Normalmente é temporária. Com relação a iodoterapia, eu não precisei fazer. Na época, mais de meio ano depois da minha cirurgia, postei relatos que outras pessoas me fizeram. Podem servir para iniciar seu entendimento, mas deve existir compartilhamentos mais atualizados na Internet. Veja http://www.cronicasdocotidiano.com/?p=1160 . Com relação ao trabalhar antes do tratamento com iodo, quem deveria lhe orientar sobre isso é o seu médico. A falta de hormônio normalmente começa a incomodar, para alguns mais, para outros menos. “Trabalhar” pode ajudar a aguentar, mas a possibilidade de fazer isto dependerá daquilo que você faz regularmente.
    Na “minha época”, os convênios eram forçados a permitir o uso de algo chamado Thyrogen que ajudava durante a espera, mas não estou a par se aquilo era realmente adequado nem se já descobriram outras maneiras de ajudar no intervalo. Dependendo do local no Brasil, e do tipo de convênio (ou a falta de um) as listas de espera para o tratamento às vezes são longas. O que parece ser o seu caso. Se tiver que esperar e não se sentir bem, procure o acompanhamento do cirurgião ou do seu clínico, um endocrinologista, um oncologista ou, até, um pronto socorro. Enquanto isso, procure tirar o foco de si o máximo possível, ocupando as mãos, a mente e o coração com outras coisas. Para mim, como evangélica, que já passou por várias cirurgias, isso envolve meditação e estudo dos ensinamentos divinos bíblicos, oração e foco nas pessoas ao meu redor, tentando ser bênção e não peso, sempre. Que Deus o abençoe, permitindo que logo se recupere por inteiro.
    Abs, Betty
    Ah, sim, apesar deste tempo atual de espero, o tratamento de câncer de tireoide é o mais “light” – são poucos dias em comparação com os meses e as sequelas relacionadas a radioterapia e quimioterapia.

  22. Estevão disse:

    Agradeço a resposta super rápida…
    Forte abraço

  23. Tatiana disse:

    Olá pessoal, é muito bom encontrar pessoas que passam ou passaram pela mesma coisa q eu, hoje completo 20 dias que fiz a cirurgia, a minha foi retirada parcial, eu não tinha nenhum problema hormonal é sim um nódulo no lado direito, onde foi retida, agora é fazer os exames para ver se meus hormônios estão normais, confesso que me sinto um pouco estranha depois da cirurgia, acho q tudo isso mexe demais com o psicológico da gente, mais sei q com o tempo tudo vai voltar ao normal, abraço a todos, e fiquem com Deus!

  24. Cassia disse:

    HOJE ESTA FAZENDO UM MES QUE TIREI UM NODULO DA TIREOIDE.. ME SINTO MUITO SONOLENTA, COM DIFICULDADES AINDA EM CANTAR.. ALGUEM SABE ME DIZER QUANTO TEMPO A VOZ COMEÇA AMELHORAR PARA CANTAR? SEMPRE AMEI A MUSICA, E DESDE QUE OPEREI NAO CONSIGO MAIS CANTAR.. NOTAS AGUDAS IMPOSSIVEL, E CANTAR NUM TOM MAIS GRAVE DA MUITA CANSEIRA E FALTA DE AR.. SERA QUE MELHORA COM O TEMPO? AHH E OUTRA COISA, MEU TSH SUBIU UM MONTE APOS A CIRURGIA, FOI PRA E O NORMAL É ATE 4,5.. AGORA AUMENTEI A DOSE DO MEU PURAN PRA VE SE NORMALIZA..

Deixe o seu comentário

Crônicas do Cotidiano > Pós-cirurgia de tireóide (7) – Completando 3 meses e meio